ATENDIMENTO - Falta de de funcionários tem sido agravante neste momento de intensa procura

Saúde perde funcionários por síndrome gripal, mas atua para garantir atendimento adequado

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas esclarece que devido ao novo cenário pandêmico, bem como o aumento de casos de influenza A, muitos profissionais de saúde da Rede Municipal estão afastados por sintomas de síndrome gripal. Mesmo assim, a pasta está se empenhando em manter o atendimento adequado na rede básica de saúde e de urgência e emergência.
Desse modo, a pasta pede a compreensão da população, pois com o aumento de casos de covid-19, bem como de influenza A (H1N1 e H3N2) há alta demanda nas Unidades de Saúde e, com a falta de profissionais, inclusive de médicos, o tempo de espera por atendimento pode ser maior do que o padrão preconizado pelo sistema de acolhimento por classificação de risco.
A SMS, em conjunto com a Secretaria Municipal de Administração (Semad) tem ampliado a estrutura de atendimento como, por exemplo, na UPA, para permitir maior conforto aos pacientes que estão aguardando atendimento. Além disso, há ações de ampliação da vacinação contra ambas as doenças – a exemplo da campanha realizada neste sábado (08) na Central de Imunização – algo que colaborará na redução do fluxo de atendimentos, bem como auxiliar no barramento da circulação das mesmas dentro do município, além de outras estratégias que estão em estudo.
A SMS reforça que esse aumento no fluxo de atendimento já era esperado no pós-festividades de final de ano, no entanto, o fato de não ter profissionais de saúde em condições ideais para atuar é uma condição complicadora para o andamento das diversas ações previstas pela pasta.

Veja também

Araçatuba bate novo recorde de infecções em 24 horas pela Covid-19

Araçatuba bateu novo recorde de casos positivos de Covid-19 em apenas 24 horas. Foram constatadas …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *