PREJUÍZO - Canteiro de couve foi destruído pela geada REPRODUÇÃO

Nova massa de ar frio pode provocar queda histórica na temperatura

Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

Este ano estão sendo registradas temperaturas atípicas em várias regiões do Brasil, como geada por dois dias consecutivos na região de Araçatuba, o que não é comum. Agora, uma nova massa de ar frio deve chegar ao país e causar a temperatura mais baixa do século no Brasil. De acordo com a Metsul Meteorologia, na região Sul, a sensação térmica pode chegar a -25°C, com alta probabilidade de neve. Já na região de Araçatuba, conforme previsão da empresa, a temperatura pode chegar a 4 graus na sexta-feira (30). No mesmo dia, o Climatempo, outra empresa, prevê 3 graus e e Ipmet Unesp (Bauru) prevê 5 graus. Como se observa, independente do instituto, os estudos mostram frio intenso. Pode voltar a geada na região.

A primeira onda de frio intenso este ano foi registrada no fim de junho, com geada em várias cidades por dois dias consecutivos. Em Castilho, por exemplo, no Assentamento Cafeeira, as plantações de banana ficaram “queimadas” pelo gelo. A segunda onda foi no início da semana (segunda e terça-feira), quando foi registrada temperatura próxima a 0 grau. Vários produtores rurais registraram geadas intensas em diversas cidades, com perda total de hortaliças.

A informação da possível chegada de nova massa de ar frio foi divulgada na sexta-feira (23) por vários órgãos e empresas de acompanhamento do clima. No entanto, a confirmação pode ocorrer apenas na segunda-feira (26). De acordo com a MetSul Meteorologia, em Urupema, na serra catarinense, a temperatura deve cair bastante a partir de terça-feira (27).

O MetSul Meteorologia prevê 11 graus na segunda-feira (26) em Urupema. Já na terça cai para 0 grau. Na quarta-feira (28) chega a 3 graus negativos, na quinta-feira a 5 graus negativos, a 4 graus negativos na sexta-feira e a 2 negativos no sábado.

Já para Araçatuba, a MetSul Meteorologia prevê 16 graus na segunda-feira, 17 na terça, 11 na quarta-feira, 7 na  quinta-feira e 4 na sexta-feira. O Ipmet Unesp prevê 5 graus na sexta-feira (dia mais frio da semana) e o Climatempo prevê 2 graus na sexta-feira. Como se observa, os três institutos confirmam a sexta-feira como o dia mais frio.

Em Três Lagoas (MS), a temperatura também deve cair bastante. A exemplo de outras cidades, a sexta-feira será o dia mais frio. O Ipmet prevê 7 graus, a Metsul Meteorologia prevê 4 graus e o Climatempo 5 graus.

 

UMIDADE RELATIVA DO AR

Além das baixas temperaturas previstas para essa semana, outro problema pode afetar Araçatuba e região: a baixa umidade relativa do ar. Na quinta-feira, a umidade pode chegar a 17%. Situação de alerta. Já em Três Lagoas a umidade relativa do ar pode chegar a 17% na segunda-feira e na terça-feira.

Nestas condições, recomenda-se evitar exposição ao sol e exercícios físicos entre 11h e 17h. Os ambientes devem ser umidificadores e a pessoa deve consumir água e frutas.

A umidade relativa do Ar é a quantidade de vapor de água existente no ar e que pode variar de 0%, que é a ausência de vapor d’agua, a 100%, que é quantidade máxima de vapor d’agua. De acordo com orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), o índice adequado de umidade do ar deve ficar entre 50% e 80%. Quando está abaixo de 30%, os riscos à saúde aumentam, causando desconforto físico ou mesmo desencadeando doenças. Como na região pode chegar a 17%, é bom ficar atento aos problemas de saúde.

 

RETRANCA

Produtores sofrem o impacto e contabilizam prejuízos

A geada que atingiu diversas regiões de São Paulo no início da semana comprometeu a produção de hortaliças e refletiu no preço de alguns produtos. O feijão, por exemplo, já sofreu leve alta. Na região de Araçatuba o maior problema mesmo foi com as hortaliças. Outros produtos agrícolas estão com a produção comprometida, mas principalmente por conta da longa estiagem.

Em Nova Luzitânia, Clementina, Andradina e Castilho, os produtores de hortaliças, mesmo adotando cuidados, como irrigar antes do solo nascer, não conseguiram impedir o prejuízo. Folhas de alface e couve ficaram petrificadas com o gelo.

De acordo com produtores de Nova Luzitânia e Clementina, o prejuízo foi total. Vários canteiros tiveram de ser completamente removidos e replantados.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Polícia Rodoviária Federal apreende quase uma tonelada de maconha em Penápolis

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – PENÁPOLIS No início da tarde de domingo (26), equipe da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *