17.7 C
Araçatuba
quarta-feira, junho 29, 2022

Mesmo com aumento de 1150% nos casos há apenas 2 internados por Covid

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A contaminação pelo vírus da Covid-19 tem aumentado em Três Lagoas e mais uma vez a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta a população para manter os cuidados de biossegurança, evitando aglomerações, fazendo o uso de máscara sempre que sair de casa, além de completar o esquema vacinal.
Só na primeira semana de janeiro o número de casos confirmados para Covid-19 teve um aumento de 1150% em Três Lagoas, subindo de uma média de 20 casos semanais registrados para 250 confirmações, uma média de 50 casos por dia, que antes não ultrapassava 3 casos diários.
De acordo com o médico da Família e Comunidade e da equipe de Vigilância Epidemiológica da SMS, Vinícius de Jesus Rodrigues Neve, o quantitativo de pessoas contaminadas por Covid em Três Lagoas pode ser ainda maior, isso porque muitas pessoas não procuraram atendimento para realizar os testes.
Apesar de os números serem preocupantes, a alta cobertura vacinal que Três Lagoas atingiu vem contribuindo para que as pessoas contaminadas não evoluam com casos graves da doença.
De acordo com Vinicius, na primeira semana de 2022 foram registrados 2 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) para covid-19, sendo ambos em pessoas que não completaram o esquema vacinal.
Vinicius ressalta que é importante completar o esquema vacinal, tomando as doses de reforço previstas pelo Ministério da Saúde, para garantir a imunização contra o vírus e suas variantes. É importante destacar, ainda, que a vacinação não impede que a pessoa contraia o vírus, mas evita que, se contaminada, a doença evolua para casos graves.
Aliado à vacinação, o distanciamento social e o uso de máscaras são essenciais para evitar o avanço da doença. É importante destacar que em Três Lagoas o uso de máscara em espaços abertos ainda é obrigatório. Vinicius orienta que as pessoas procurem utilizar as máscaras do tipo N95 (PFF2) e, se não acharem dela, usar a de pano por cima da máscara cirúrgica descartável.
Vinicius reforça ainda que aqueles que tiverem qualquer sintoma gripal devem procurar atendimento em uma unidade de saúde para realizar a testagem e se manter em isolamento, pois além do vírus da Covid, o H3N2 e sua variante também circula em Três Lagoas e vem causando óbitos em todo o país.

IMPORTÂNCIA DA VACINAÇÃO
A intensivista e cardiologista Ludhmila Hajjar declarou que atualmente as UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) estão lotadas de pacientes não vacinados contra a covid-19 e alertou para os danos da doença entre profissionais da saúde. A médica foi cotada para assumir o Ministério da Saúde no lugar do ex-chefe da pasta, o general Eduardo Pazuello, em março de 2021, mas recusou o convite do presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista ao jornal O GLOBO, a especialista classificou como “brutal” a diferença no impacto da contaminação pela variante ômicron entre vacinados e aqueles não imunizados ou que não completaram o ciclo de imunização.

MEGA AÇÃO DE VACINAÇÃO
Visando ampliar ainda mais a cobertura vacinal contra a Covid-19 e a Influenza A, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Imunização, vai disponibilizar equipes para realizar mais uma mega ação de vacinação na Central de Imunização (Circular da Lagoa Maior) das 8h às 18h do sábado (15).

VACINAÇÃO INFLUENZA
Para se vacinar contra a Influenza A, basta ter mais de 6 meses de idade e ainda não ter recebido a imunização na campanha de 2021 e apresentar, no ato do atendimento, a carteira nacional de vacinação, bem como um documento oficial com foto. Todos os indivíduos que tenham menos de 16 anos de idade devem estar acompanhados por um responsável maior de idade.

SERVIÇO
A Central de Imunização está funcionando de forma provisória, para atender a essa campanha, na Biblioteca Municipal “Rosário Congro” à Circular da Lagoa Maior.

Ultimas Noticias