BARRADOS - Com a polícia, fiscalização fecha festa e barrada chegada de participantes

Festa clandestina é interditada por fiscalização e responsáveis são detidos

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Uma festa clandestina foi interditada na madrugada desse sábado (22) em Três Lagoas em mais uma ação “De Olho no Coronavírus” promovida pela equipe de fiscalização realizada pela Vigilância Sanitária com apoio da Polícia Militar Ambiental (PMA), Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Ministério Público (MP).

A festa, que acontecia em um Rancho na Beira do Rio Sucuriú, nas proximidades do Balneário Municipal, foi denunciada e os responsáveis pelo evento foram levados para a delegacia para prestar depoimento.

De acordo com o diretor da Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Christovam Bazan, a fiscalização nestas festas está intensa.

“As denúncias chegam e nós vamos ao local para averiguar os fatos e cumprir com os decretos vigentes no município que visam combater o avanço dos casos de covid-19 com a não aglomeração de pessoas a fim de baixarmos os números de pessoas ativas com o novo coronavírus”, disse.

Ainda segundo o diretor, caso seja comprovada a denúncia, os responsáveis responderão processo criminal podem sofrer outrasa penalidades.

“Este tipo de ação é crime e os responsáveis responderão por isso. Continuaremos fazendo o nosso trabalho com afinco para preservar a vida das famílias três-lagoenses”, finalizou Bazan.

 

DENÚNCIAS

As denúncias devem ser feitas através do telefone (67) 3929-1861 de segunda a sexta-feira (das 7h às 17h), após esse horário e aos finais de semana o telefone é o 190 da Polícia Militar.

 

O canal tem como finalidade denunciar estabelecimentos e pessoas que descumpram as regras de prevenção e aglomerações previstas no decreto municipal.

 

 

FESTA – No local polícia encontrou pulseiras e maquininhas de cartão
DIVULGAÇÃO

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Balconista é preso com 85 tijolos de maconha

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O balconista G.G.S, 38 anos, residente em Goiânia (GO), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *