14.2 C
Araçatuba
terça-feira, maio 17, 2022

CORPO DESAPARECIDO EM RIO DE TRÊS LAGOAS É MISTÉRIO

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil com apoio da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, realizaram durante toda a terça-feira (1), uma busca minuciosa no trecho do Rio Sucuriú, região da Batuíra onde um corpo teria sido visto boiando.
De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, testemunhas disseram que avistaram o corpo sendo levado pela correnteza do rio e ligaram para a polícia logo em seguida. Apesar de todos os esforços, as equipes não conseguiram encontrar nada durante os trabalhos.
De acordo com o delegado do SIG, Ailton Pereira, responsável pelo inquérito, as buscas continuaram na manhã de quarta-feira (15), porém o corpo não havia sido encontrado até o fechamento desta edição.
“Realizamos buscas minuciosa por toda extensão do trecho onde afirmam ter visto o corpo, porém nada ainda foi encontrado”, disse o delegado.

BOATOS
Circulou nas redes sociais que o corpo seria de um jovem, suspeito de ter cometido um crime bárbaro no último fim de semana em Três Lagoas, porém esta hipótese foi descartada pelo delegado. Segundo o delegado Ailton Pereira, a informação é apenas boato.
O crime chocou toda a população do município. O autor teria utilizado um ferro de passar roupas e uma pedra grande para cometer o crime contra o próprio amigo, em uma residência no bairro Santa Luzia. O corpo foi encontrado todo ensanguentado pela Polícia Militar e também pela Polícia Civil.
De acordo com o boletim de ocorrência, uma viatura da Polícia Militar foi acionada e se deslocou a uma residência localizada à Rua Urias Ribeiro, no bairro Santa Luzia. Segundo o comunicante, uma pessoa estaria pedindo por socorro neste local.
Testemunhas relataram aos policiais que o proprietário do imóvel e principal suspeito estava com a vítima. Ainda conforme as testemunhas, vários gritos e barulhos de briga entre os dois foram ouvidos. A esposa do autor implorava para que ele não agredisse a vítima, porém mesmo diante dos filhos de nada adiantou.
Assustada, a mulher resolveu então sair de casa com as crianças. O indiciado fugiu do local logo após assassinar o jovem. (Com informações de Hoje Mais)

DA REDAÇÃO
Três Lagoas

Ultimas Noticias