OFICIAL - Agora Três Lagoas, oficialmente, é a Capital Nacional da Celulose CHICO RIBEIRO

Bolsonaro sanciona a lei que dá o título de Capital Nacional da Celulose a Três Lagoas

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou lei que confere à cidade de Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul, o título de Capital Nacional da Celulose. O ato foi publicado no Diário Oficial da União de terça-feira (20). A Lei 14.142, de 2021, é oriunda do PLS 178/2016, da senadora Simone Tebet (MDB-MS). A matéria foi aprovada no Senado em 2017. Na Câmara, o projeto foi aprovado em 29 de março e enviado à sanção presidencial.

O objetivo do título é refletir o que a atividade produtiva da celulose proporcionou de crescimento ao município. Tudo começou em 2009, quando a Fibria, uma das maiores fábricas de papel do mundo, se instalou na cidade, com capacidade de produção de 1,3 milhão de toneladas de celulose por ano. Logo em seguida chegou a Eldorado Brasil, que começou a operar 2012, com capacidade produtiva de 1,7 milhão de toneladas.

Atualmente, a produção de celulose de Três Lagoas tem conquistado espaço no cenário mundial. Em 2020, a empresa Eldorado Brasil exportou 48% da sua produção para a Ásia, fechando o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 641 milhões. O crescimento registrado foi de 528% sobre o mesmo período de 2019, quando foram obtidos R$ 104 milhões.

Segundo a autora do projeto, informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o número de trabalhadores assalariados em Três Lagoas aumentou 87,6% entre 2009 e 2013. Impacto significativo registrou-se também na renda dos trabalhadores: o salário médio mensal no mesmo período teve um incremento de 14,8%, subindo de 2,7 salários mínimos para 3,1 salários mínimos. (Agência Senado)

 

 

TRANSFORMAÇÃO

O processamento da celulose mudou o cenário de Três Lagoas e transformou o mercado de trabalho. A instalação de gigantes do setor no município atraiu muitas outras empresas, ampliando a oferta de trabalho.Além disso, foi estimulado o plantio de eucalipto.

A celulose representa 25% de tudo que o Estado de Mato Grosso do Sul exporta, seguido da carne, com 14%. Isso mostra a importância do produto para a economia do Estado. Em entrevista, o secretário Jaime Verruk disse que o setor representa 7% do PIB do estado.

Para a economia de Três Lagoas, a celulose tornou-se fundamental. O município responde por mais de 40% de tudo que o estado exporta. Três Lagoas é o primeiro no ranking estadual de exportação e o 19º do Brasil. A celulose representa 85% de tudo que o município vende para o Exterior.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Comitê propõe aumento da lotação de cinema e shopping e liberação de praças

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS Mais uma reunião quinzenal foi realizada por membros …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *