15.1 C
Araçatuba
sábado, agosto 13, 2022

Terceiro arrastão contra o Aedes acontece sábado

A Prefeitura de Birigui continua neste sábado (30), com a força-tarefa montada para combater o mosquito Aedes aedypti, transmissor da dengue. Somente este ano, de 1º de janeiro até 25 de março, a cidade registrou 2.120 notificações da doença, sendo 622 casos positivos. Duas mortes por dengue foram registradas neste período.
Visando eliminar objetos e lugares onde possam acumular água parada (locais onde ficam as larvas do mosquito), 90 agentes da Secretaria Municipal de Saúde estarão percorrendo os bairros vizinhos do Jardim Costa Rica.
A meta é visitar 2.700 casas dos bairros Costa Rica, Jardim Tókio, Jardim Mavan, Residencial Sandro Piazalunga, Vila Brasil, Jardim Moimas, São Genaro 1 e 2, Jardim Alto do Silvares, Jardim América, Residencial Oton e Residencial Aeropark.
A concentração dos agentes será na Praça da Vila Brasil, na rua Dr. Carlos Carvalho Rosa, em frente a Igreja Nossa Senhora das Graças. As atividades começam às 7h30 e seguem até às 13h30. Os agentes usarão crachás de identificação e uniformes da Prefeitura de Birigui.
“Pedimos o apoio da população. Atender os agentes e permitir a entrada nas casas é fundamental. Hoje, em função da dengue, verificar possíveis criadouros deve ser uma ação diária, assim como escovar os dentes”, comentou o educador em saúde pública Marco Sanchez, do Centro de Controle de Vetores e Zoonoses (CCVZ), órgão da Secretaria Municipal de Saúde.
Além das residências, os agentes da prefeitura também visitarão áreas verdes, praças públicas e terrenos baldios.

SÁBADO
No último sábado, dia 23 de março, o arrastão ocorreu na região dos bairros São Brás e Monte Líbano.
Os agentes da Secretaria Municipal de Saúde visitaram 1.713 imóveis, sendo que 811 casas estavam fechadas/desabitadas ou ‘recusas’. Das casas visitadas, 76 registraram larvas do mosquito. Nelas os agentes do CCVZ aplicaram larvicida (produto que elimina as larvas do mosquito).
“Tivemos um alto número de recusas, ou seja, pessoas que atenderam os agentes e não permitiram a entrada nas residências. Isso atrabalha a ação. Pedimos, nesses casos, que as pessoas vistoriem suas casas e eliminiem possíveis criadouros do mosquito”, falou o educador em saúde pública Marco Sanchez.
Após a ação deste sábado (30), um novo arrastão contra o Aedes será realizado no dia 6 de abril (quarto e último sábado). A região da cidade onde a atividade será realizada será divulgada em breve pela Secretaria de Saúde de Birigui.
Na foto, agente da Prefeitura de Birigui retira objetos de terreno baldio localizado no bairro João Crevelaro.

DA REDAÇÃO
Birigui

Ultimas Noticias