MORTE - Carlão Gallindo teve parada cardíaca por complicações da covid-19 e faleceu nesta segunda

Sob forte comoção, corpo de vice-prefeito é sepultado em Birigui

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Foi sepultado no final da tarde desta segunda-feira (7) o corpo do vice-prefeito de Birigui, Francisco Carlos Gallindo, o Carlão Gallindo (PSD), que faleceu na madrugada de ontem, aos 52 anos, em um hospital de Promissão, vítima de complicações da covid-19.

O velório foi realizado de forma rápida no período da tarde, entre 13h e 16h, no plenário da Câmara Municipal de Birigui, em cerimônia que foi aberta ao público, mas que respeitou as regras de distanciamento e uso de máscaras e álcool em gel. A prefeitura justificou que o velório ocorreu porque Carlão havia contraído a doença há mais de 20 dias e porque o motivo de sua morte foi uma parada cardíaca, derivada de complicações da doença.

Funcionários da prefeitura puderam se despedir do colega de trabalho. O prefeito Leandro Maffeis (PSL) decretou luto oficial de três dias no município e ponto facultativo nas repartições municipais, com exceção daquelas que oferecem serviços essenciais.

Após o velório, o corpo saiu em cortejo pelas ruas do município, passando pela avenida Cidade Jardim, até o cemitério da Consolação, onde foi sepultado próximo das 17h, sob forte comoção.

A morte do vice-prefeito de Birigui ocorreu por volta das 3h desta segunda-feira (7) em um hospital de Promissão, onde estava internado na UTI para tratamento de quadro grave de covid-19.

Carlão foi diagnosticado com a doença no início do mês de maio e precisou ser internado na Santa Casa de Birigui no último dia 15. Por causa de complicações, Carlão foi intubado e transferido para unidades hospitalares de Buritama e Promissão, onde não resistiu e faleceu.

“Um entusiasmado e incansável guerreiro, Carlão lutou bravamente contra a covid-19. Uma pessoa iluminada, íntegra, humilde e nos deixa um legado de fé, de uma vida dedicada a servir ao próximo, a amar seu povo e a defender o nosso município. Carlão fará muita falta para Birigui e para a nossa gestão”, lamentou o prefeito Leandro Maffeis através de publicação nas redes sociais replicada em nota da prefeitura de Birigui.

“Deixa uma lacuna irreparável, não tem como mensurar a perda. Ele vai fazer falta não só como vice, como secretário, mas como amigo, que acreditou na nossa batalha. Que deu nome à disposição de um grupo que se formava”, lamentou o chefe de gabinete Alex Brasileiro sobre a morte do amigo e companheiro de trabalho.

O vice-prefeito de Birigui foi funcionário de carreira da prefeitura do município por diversos anos e acumulava os cargos de vice-prefeito e secretário de obras do município. Carlão Gallindo também era empresário na cidade e deixou esposa e duas filhas.

Ele é o quarto político de cargos majoritários da região a falecer devido à covid-19. Na semana passada, o vice-prefeito de Auriflama, Adalto Pereira, também morreu por causa da doença. Antes dele, já havia falecido os prefeitos de Guararapes, Tarek Dargham, em março deste ano; e de Santo Antônio do Aracanguá, Rodrigo Santana, em junho do ano passado.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Região recebe mais doses; vacinação ocorrerá neste sábado e domingo

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA A região de Araçatuba vai receber mais doses de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *