NEGÓCIOS - Empreendedores individuais mostram a busca por alternativas

Município registra abertura de 223 empresas em março

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

As microempresas representaram 96,4% do total de empresas abertas em Birigui no mês de março. Durante o terceiro mês deste ano, foram instalados 223 empreendimentos na cidade, sendo 215 na categoria de microempresas e 8 empresas de pequeno porte.

As informações foram divulgadas pelo Observatório de Inteligência Econômica, projeto da SDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), responsável por realizar estudos, pesquisas e acompanhar a evolução dos indicadores econômicos da cidade.

Em relação a natureza jurídica dos novos negócios, os destaques foram para os empresários individuais com 190 empreendimentos (85,3% do total), seguido pela sociedade limitada, com 29 empresas (13%) e EIRELI com 4 unidade (1,7%).

 

Os microempreendedores individuais (MEIs) tiveram predominância entre as unidades produtivas que iniciaram suas atividades no mês passado no município. Foram instaladas 182 empresas desta categoria, correspondendo a 81,6% dos novos negócios.

 

DIVERSIFICAÇÃO PRODUTIVA

As novas empresas constituídas abrangem todos os grandes setores econômicos, como indústria, comércio e serviços, com participação mais expressiva dos segmentos de comércio e serviço. Em primeiro no ranking se destacou a atividades de comércio varejista de vestuário e acessórios, com 16 empreendimentos.

Em segundo lugar está o comércio varejista de calçados com 12 unidades, seguido pelo setor de promoção de vendas com 11 empresas abertas no mês de março. Na quarta posição estão os serviços de entrega rápida com 9 unidades e, em quinto lugar, o fornecimento de alimentos preparados para consumo domiciliar.

 

“Essa diversificação das atividades produtivas é reflexo do dinamismo da economia e o potencial de desenvolvimento de nossa cidade, no qual empreendedores visualizam oportunidades de mercado para abertura de novas empresas”, analisou o prefeito Leandro Maffeis.

 

OBSERVATÓRIO ECONÔMICO

O Observatório de Inteligência Econômica tem por objetivo suprir as demandas de informações e conhecimentos dos agentes econômicos da cidade, além de subsidiar políticas públicas voltadas a geração de emprego, renda e o desenvolvimento local.

Os relatórios divulgados pela SDE estão disponíveis no site sedecti.org. Na página, os empreendedores e investidores têm acesso a um conjunto atualizado de estudos e pesquisas sobre a economia da cidade. Há dados disponíveis sobre a inserção internacional do município e as empresas exportadoras.

É possível encontrar ainda informações sobre APL calçadista e moveleiro; potencial de consumo da cidade; geração de empregos; movimentação bancária; PIB e PIB per capita e outros estudos sobre o desenvolvimento econômico local.

 

DADOS – Gráfico mostra o percentual da natureza jurídica de cada negócio

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Histórico: Carreata em favor do trabalho movimenta centenas de veículos em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Em um movimento histórico para Araçatuba, a carreata em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *