Home Cidades Motorista que causou acidente com morte vai responder em liberdade

Motorista que causou acidente com morte vai responder em liberdade

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

A Justiça de Araçatuba concedeu liberdade ao motorista de 50 anos de idade que atropelou uma motociclista durante a noite de segunda-feira (26) em um cruzamento do bairro Jardim Manoela, em Birigui. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A prisão do homem ocorreu após ele fugir do local do acidente, arrastar a moto por cerca de 200 metros e ser flagrado sob influência de álcool. Ele irá responder por homicídio culposo, àquele que não há a intenção de matar.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o acidente ocorreu por volta das 19h30. A auxiliar de serviços gerais seguia com uma Honda/Biz pela Avenida Euclides Miragaia. Logo à frente estava o caminhão, que fez uma conversão à direita. A motociclista realizou a mesma manobra para adentrar na rua Adolpho Américo Rossi quando foi atingida. Ela perdeu o controle da direção e caiu no asfalto. Uma das rodas do veículo passou por cima do corpo dela. A mulher morreu ainda no local. O autor da batida não parou para prestar socorro e fugiu arrastando a motocicleta por cerca de 200 metros. A ação foi registrada por câmeras de segurança de uma fábrica de calçados nas imediações.

Uma equipe do Resgate chegou a ser acionada para prestar o atendimento, mas constatou a morte de Jaqueline Sanches da Silva. Policiais militares também estiveram no local e isolaram a área para o trabalho da perícia técnica. Populares conseguiram anotar as letras iniciais da placa do caminhão e informaram que o veículo era utilizado para o transporte de animais bovinos. Com essas informações, todas as viaturas que realizavam patrulhamento por Birigui e região foram comunicadas.

ABORDAGEM

Cerca de uma hora depois do acidente, uma equipe da PM fazia patrulhamento pela zona rural de Coroados quando avistou o referido caminhão trafegando pela estrada rural CRD-238 (Via Vice-Prefeito Paulo Beltran), no sentido de Glicério. O condutor, identificado pelas iniciais C.B.P., foi abordado.

Em um primeiro momento, o suspeito negou envolvimento no acidente, mas ficou bastante nervoso e acabou entrando em contradição. Alguns minutos depois, ele confessou ter se envolvido na batida e revelou ter fugido da cena com medo de ser agredido por populares. O autor ainda confirmou que levaria o caminhão na residência de uma tia, moradora em Glicério. Diante dessas informações, o condutor foi detido e encaminhado até a delegacia.

ÁLCOOL

Já na Polícia Civil, o motorista afirmou ter ingerido uma lata de cerveja no fim da tarde, poucas horas antes do acidente. Ele foi submetido ao teste do bafômetro e o resultado foi de 0,12 miligramas por litro de álcool alveolar, o que não configura o crime de embriaguez ao volante, mas sim estar sob influência de álcool.

O delegado plantonista decidiu dar voz de prisão ao investigado. Ele foi encaminhado até a Central de Polícia Judiciária de Araçatuba, onde passou a noite preso na carceragem. Já durante a manhã de terça, o homem passou por audiência de custódia. Por determinação da Justiça, ele foi liberado.

As investigações a respeito do que aconteceu continuam. As imagens das câmeras de segurança poderão auxiliar no trabalho investigativo. O da vítima será sepultado às 10h desta quarta-feira (28), no cemitério Recanto de Paz, em Araçatuba.


Compartilhe esta notícia!