Home Cidades Chapeiro é morto com 25 facadas dentro de casa

Chapeiro é morto com 25 facadas dentro de casa

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

A Polícia Civil de Araçatuba abriu inquérito para investigar o assassinato do chapeiro Washington Kennedy Lima Ramos, de 45 anos. Ele foi morto com 25 golpes de faca dentro da residência onde morava, no bairro São Joaquim. O crime foi descoberto na noite de segunda-feira (27).

 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o local onde o crime aconteceu fica ao lado de uma mercearia. Policiais militares chegaram até a área e já encontraram o corpo da vítima sem vida, caído na sala, com aproximadamente 18 facadas nas costas, duas no braço, uma no peito e três  no pescoço.

 

As equipes da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) também foram acionadas e deram início às investigações. Em um primeiro momento apurou-se que o homem morava sozinho, não fazia uso de entorpecente e bebia socialmente. Além disso, ele trabalhava como chapeiro em um trailer de lanches localizado na rua Aviação e em uma fábrica de bolas, que no momento estava com as atividades suspensas devido à pandemia de coronavírus.

 

O chapeiro foi até a lanchonete na tarde de domingo (26) e trabalhou normalmente até a madrugada, quando encerrou o turno de trabalho e voltou para casa. Essa teria sido a última vez que foi visto com vida.

O colega de trabalho de Ramos foi até o imóvel dele na tarde de segunda para chamá-lo ao trabalho, mas ninguém atendeu. A testemunha foi para o trailer de lanches, na esperança de encontrar o amigo lá, mas não o localizou. Como a vítima era a única que tinha as chaves do estabelecimento, o rapaz voltou até o imóvel, ligou para o celular, mas não obteve sucesso.

 

Desconfiado de que algo estava de errado, o declarante aproveitou que a porta estava aberta e a televisão ligada e entrou na residência. A vítima já estava caída sem sinais vitais. Os vizinhos chamaram a polícia e contaram que não presenciaram nenhuma anormalidade no local nas últimas horas antes do corpo ser encontrado.

 

A polícia também apurou que não existem câmeras de monitoramento nas imediações. A perícia esteve na cena e um laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações. A faca utilizada no homicídio não foi localizada. Até o fechamento dessa edição, nenhum suspeito havia sido identificado, mas as investigações continuam.

 

O corpo do chapeiro foi levado para o IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame necroscópico. Depois, foi liberado para o velório e sepultamento.

 

 

 

 


Compartilhe esta notícia!