Uma semana para leitores e escritores

Compartilhe esta notícia!

Quando o assunto é leitura, os números no Brasil são preocupantes. Por ano, o brasileiro lê, em média, 2,43 livros. Outro dado estarrecedor aponta que 30% da população nunca comprou livro. As estatísticas foram divulgadas na pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, pelo Instituto Pró-Livro, em 2018.
Esse quadro não significa que a literatura seja um mundo distante ou, ainda, não haja pessoas que mantenham paixão por esta arte. A semana que se inicia é a pura prova de que, pelo menos em Araçatuba, esforços não faltam para formar novos leitores nem escritores dispostos a, cada vez mais, surpreender o público com novas histórias.
Realizado pelo segundo ano consecutivo pelas secretarias municipais de Cultura e Educação, o Felita (Festival Literário de Araçatuba), que começa amanhã e vai até sexta-feira, já seria suficiente para contemplar esses objetivos. Voltado ao estímulo do hábito da leitura entre os mais jovens e à aproximação dos leitores com escritores, o evento conta com uma série de atrações, que vão de contação de histórias a alunos nas escolas municipais, bate-papos com autores de livros, apresentações circenses e teatrais feitas por estudantes durante o dia. À noite, estão programadas atividades com declamação de poemas dos alunos, exibição de filmes, oficinas e workshops.
O festival, neste ano, homenageia a poetisa e contista Cora Coralina, uma das escritoras mais importantes da história do Brasil. Na abertura do Felita, o musical “Fonte d’Água Coralina”, com canções, contos, vídeos sobre a água e trechos da obra da poeta goiana, será apresetado ao público no Teatro Paulo Alcides Jorge. A obra de Cora ainda será tema de uma explanação feita pela escritora araçatubense Cidinha Barakatt e de uma exposição de objetos ligados à poetisa no saguão da Biblioteca Municipal Rubens do Amaral.

ACADEMIA
A semana também será intensas atividades envolvendo a Academia Araçatubense de Letras. Durante o Felita, membros da instituição irão a escolas municipais ministrar palestras sobre suas obras ou contação de histórias.
Outra ação realizada pela entidade nesta semana será a sua 1ª Feira do Livro. Na segunda, quarta, quinta e sexta-feira, os escritores que compõem a academia irão realizar bate-papos e sessões de autógrafos sobre suas obras. Amanhã, o encontro será com os escritores Tito Damazzo e Yara Pedro de Carvalho; na quarta, Marilurdes Campezzi e Marianice Paupitz; na quinta, Hélio Consolaro, Hosanah Spíndola e Amarildo Brilhante; e na sexta, Arnon Gomes e Emília Goulart. Em todos os dias, o horário será o mesmo: das 19h às 21h.

LANÇAMENTOS
A feira promovida pela instituição só não tem agenda marcada na terça, dia 24, pois, nessa data, será lançada 13ª edição do livro “Experimentânea”, do grupo experimental da própria academia. O lançamento ocorrerá a partir das 19h30 no Quintal Cultural – Rua Cussy de Almeida, 2.088.
A obra reúne 109 textos de 24 escritores que, em 200 páginas, apresentam aos leitores crônicas, contos e poemas. Na noite do lançamento serão lidos trechos dos textos, intercalados por música ao vivo.
O nome da obra é uma alusão ao próprio grupo experimental, formado inicialmente por escritores que não tinham obras individuais publicadas. A diversidade é uma característica da coletânea, que reúne escritores de 10 a 84 anos de idade, que são Lorrani Pereira e Vicente Marcolino, respectivamente.
Neste ano, o livro teve financiamento do Programa de Fomento à Cultura, da Secretaria Municipal de Cultura. Os custos pela edição, impressão e noite de autógrafos são de responsabilidade do Fundo de Apoio à Cultura.
Outro livro que será lançado nesta semana é “Abrindo conchas de ostras da sabença supérflua”, do escritor Geraldo da Costa e Silva. Esta é a décima terceira obra que o médico pediatra lança. A noite de autógrafos está marcada no Hotel Mariá, na quarta-feira, a partir das 19h30.

PREMIAÇÃO
Outra atividade de destaque nesta semana é a divulgação do resultado do concurso que premiará a melhor redação sob a temática do filme “Perdido em Marte”, promovido pela “Science Days” em parceria com Unisalesiano (Centro Universitário Salesiano) e as diretorias de ensino da região de Araçatuba. O prêmio para a redação do ensino médio será uma viagem para a Nasa Kennedy Space Center, na Flórida.

ARNON GOMES
Araçatuba


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Devido ao frio, secretaria vai vacinar pessoas com 29 anos ou mais no Ginásio “Cacilda Acre Rocha”

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS Três Lagoas recebeu do Ministério da Saúde, por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *