14.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

Saúde promove mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti em 13 bairros

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

A Secretaria Municipal de Saúde de Birigui está realizando um mutirão emergencial contra o mosquito Aedes aegypti em bairros que registraram aumento de casos de dengue neste ano. A ação, que teve início nesta segunda-feira (07/03) pelo Cidade Jardim, percorrerá 13 bairros da cidade.

O objetivo é retirar dos imóveis possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, além de reforçar a orientação aos moradores sobre as medidas diárias para evitar a proliferação do inseto. Não são recolhidos móveis velhos, sucatas e entulhos.

Nesta terça-feira (8), mais de 30 agentes comunitários de saúde e de combate às endemias, além de cinco supervisores, percorreram residências, comércios e terrenos baldios do bairro Ivone Alves Palma eliminando recipientes que possam acumular água.

Ainda nesta semana o mutirão acontecerá nos bairros Thereza Maria Barbiere e Jandaia 3. A ação ocorrerá também nos bairros São Brás, Cohab 3, Residencial Aurora, Monte Líbano 1 e 2, João Crevelaro, Santana, Quemil e Quinta da Mata.

 

PREVENÇÃO

“Iniciamos esse mutirão para controlar e até diminuir os casos suspeitos e positivos de dengue nessa região da cidade. Estamos intensificando as ações casa a casa realizadas diariamente pelos agentes para evitar uma epidemia da doença”, afirmou a secretária de Saúde, Cássia Rita Santana Celestino.

 

Os agentes estão devidamente uniformizados e identificados com crachás e bolsas, seguindo todos os protocolos sanitários contra a covid-19. É muito importante que os munícipes usem máscara para receber os agentes e colaborem com a ação, permitindo a entrada dos profissionais para as vistorias.

 

“Solicitamos a colaboração de toda a população para evitar água parada em ralos, materiais inservíveis, e ainda lavar com bucha e sabão os bebedouros dos animais e preencher os vasos de plantas com areia grossa”, orientou a chefe de Divisão de Vigilância e Controle de Vetores, Aline Sagerato Lobato. 

 

CASOS

 

Conforme a Secretaria de Saúde, a cidade registra neste ano 226 casos positivos de dengue, sem óbitos. Outros 136 casos estão em investigação. Não foram registrados casos de zika vírus, chikungunya e febre amarela. Em 2021, o município teve 631 casos de dengue e uma morte provocada pela doença.

 

Ultimas Noticias