Home Cidades Araçatuba Santa Casa de Araçatuba mantém cadastramento para religiosos e grupos voluntários

Santa Casa de Araçatuba mantém cadastramento para religiosos e grupos voluntários

10 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A assistência espiritual a pacientes internados é garantida pelo artigo 5º, inciso VII do da Constituição Federal de 1988 e regulamentada pela Lei Federal 9.982, de 14/7/2000, que no artigo 2º, estabelece que “os religiosos chamados a prestar a assistência deverão acatar as normas internas de cada instituição hospitalar a fim de não pôr em risco as condições do paciente ou a segurança do ambiente hospitalar”.
Como forma de associar o exercício desse direito às normas das rotinas hospitalares, há um ano, a direção da Santa Casa de Araçatuba realiza o cadastramento de religiosos de todos os credos para acesso aos pacientes que solicitam a presença de um deles em seus leitos.
Desde fevereiro do ano passado, a Comissão de Voluntariado, criada para disciplinar tanto as atividades dos religiosos quanto de grupos de voluntários que realizam ações humanitárias com os pacientes e acompanhantes, anuncia através da imprensa local e redes sociais informações sobre a necessidade do cadastramento. Em um ano já foram cadastrados 143 religiosos e 144 voluntários.
O administrador da Santa Casa de Araçatuba, Mauro Inácio da Silva explica que o cadastramento de religiosos e voluntários foi necessário para disciplinar o fluxo de pessoas no complexo hospitalar formado por dezenas de serviços que atraem em média 02 mil pessoas por dia aos vários prédios do hospital. “Controle de infecção hospitalar, a segurança dos pacientes e colaboradores justificam a necessidade de maior rigor no acesso às dependências do hospital”, exemplifica o administrador.

RELIGIOSOS
O cadastro de padres, pastores, capelães e demais missionários representantes de todos os credos é realizado nos dias uteis das 8h às 17h. Os interessados também podem agendar o cadastramento através do telefone (18) 3607-3292, ou pelo e-mail stavoluntarios@terra.com.br
Os religiosos ou representante legal da instituição religiosa devem comparecer à Santa Casa de Araçatuba com documentos cadastrais da instituição que representam e documentos pessoais e carteiras de vacinação dos integrantes que farão as ministrações. Cada instituição religiosa poderá cadastrar até três ministrantes.
Após a oficialização da documentação, os cadastrados receberão uma carteira de identificação expedida pelo hospital e orientações sobre condutas hospitalares. Após a entrega dos documentos, os solicitantes deverão aguardar o trâmite do cadastramento. Somente após receberem a carteira de identificação e as instruções, poderão iniciar as visitas.
As ministrações podem ser feitas durante o horário de visitas (das 13h às 21h), todos os dias da semana. O acesso dos religiosos é feito na portaria de visitantes e liberado mediante a carteira de identificação e documento de identidade com foto e original.
Pacientes internados nas UTIs e na ala Isolamento podem receber visitas de religiosos após a visitação dos familiares. Cada UTI tem horários de visitas específicos e as ministrações não devem ultrapassar 15 minutos.
Em caso de óbito eminente em qualquer ala de internação, fora da faixa horária de visitas, os familiares poderão chamar convidar um religioso para ministrar após a faixa horária de visitas. Neste caso, o serviço de portaria comunicará a presença do religioso ao setor da internação para informar sobre a visita.
Gustavo Alves, coordenador da Comissão de Voluntariado explica que o acesso é liberado para que a ministração seja realizada somente aos pacientes que a solicitaram. “É imprescindível que os ministrantes foquem a visita no paciente que o solicitou, não sendo permitida visitas aos demais pacientes que estejam naquele quarto ou na ala, ou em qualquer outra repartição do hospital”.
Esse cuidado tem como objetivo respeitar a privacidade dos demais internados, assegurando-lhes o direito de ser assistido espiritualmente, por um ministro de culto religioso de sua escolha, ou de não receber visitas religiosas, se essa for a sua opção.
O coordenador da Comissão de Voluntariado informa que o agente religioso não é incluído na quantidade de visitantes de cada paciente, por isso poderá se dirigir ao leito independentemente da quantidade de visitantes que tiver no momento.

Voluntários
A Santa Casa de Araçatuba também está aberta ao cadastramento de pessoas interessadas em realizar trabalhos voluntários através de grupos e instituições constituídos para missões humanitárias. Desde o ano passado o serviço voluntário foi organizado pela administração do hospital como forma de ampliar o atendimento das necessidades dos pacientes e acompanhantes.
Através da Comissão de Voluntariado, novos grupos foram cadastrados e hoje o hospital conta com ações realizadas por 143 voluntários ligados a três grupos que realizam atividades distintas. Os novos grupos passaram a somar com duas âncoras do voluntariado no hospital: Pastoral da Saúde e Campanha de Combate ao Câncer de Araçatuba.
A regulamentação da atuação dos grupos voluntários possibilitou o redirecionamento das ações que evitaram duplicidade de objetivos. Os grupos credenciados oferecem medicamentos, alimentos, conforto espiritual, recreação, lazer e música. O credenciamento também melhorou a qualidade das ações e abordagens pois um dos focos é a seleção dos projetos apresentados e treinamento dos voluntários cadastrados.
Gustavo Alves, coordenador da Comissão de Voluntariado informa que ainda há espaço para novos grupos. Os grupos interessados devem entrar em contato através do telefone (18) 3607-3292 ou pelo e-mail stavoluntarios@terra.com.br para receber orientações sobre documentos necessários e quais áreas estão abertas a novos projetos.

a4 Dia do Voluntariado (22)
TRABALHO – Rde Feminina é um dos grupos que atuam há vários anos na Santa Casa
ARQUIVO


Compartilhe esta notícia!