Região de Araçatuba permanece na fase 2 de flexibilização da economia

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A área do DRS 2, o Departamento Regional de Saúde, que compreende as cidades de Araçatuba, Andradina e região, permanece na fase 2 (laranja) do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena. Os novos dados foram apresentados durante a 74º coletiva de imprensa do governador João Dória (PSDB) realizada no início da tarde de ontem no Palácio dos Bandeirantes, com informações sobre a pandemia do novo coronavírus no estado de São Paulo.

De acordo com os números apresentados com a relação à capacidade hospitalar, a região de Araçatuba possui no momento 39% de ocupação nos leitos de UTI para tratamento da covid-19. Há uma media de 9,4 leitos de UTI para cada 100 mil habitantes na região.

Ambos os indicadores são considerados satisfatórios, já que segundo o Plano São Paulo este indicador só fará uma região do estado regredir para a fase vermelha, na qual ocorre todo o fechamento dos serviços não essenciais, caso a ocupação dos leitos chegue a 80% ou a media de leitos a cada 100 mil habitantes fique abaixo de 3.

Com relação à evolução da pandemia, a região apresentou um número de crescimento dos casos 7% menor em relação à última atualização de dados, ocorrida no dia 9 de junho. Apesar disso houve um aumento de 4% no número de internações, enquanto a variação de óbitos permaneceu a mesma.

Com relação a esses dados, uma região só regride para a fase vermelha caso apresente aumento semanal de 100% no número de casos, ou apresente mais de 50% de aumento de internações.

Classificada na fase 2 do Plano São Paulo, denominada “controle”, as cidades da região de Araçatuba estão podendo colocar em funcionamento comércio, serviços e shoppings por até 4 horas de funcionamento sequencial, com atendimento de 20% da capacidade em cada um destes locais.

Registro e Marília regridem

Na atualização divulgada ontem, as regiões de Registro e Marília regrediram e passam a fase parte da faixa vermelha do Plano SP, com as atividades econômicas não essenciais fechadas.

A região de Marília apresentou um crescimento de 51% no número de internações em relação aos dados apresentados no dia 12 de junho. Segundo o secretário de estado de desenvolvimento regional, Marco Vinholi, este quesito tem um maior peso na classificação.

Já a região de Registro, teve um aumento de internações de 67% em uma semana.

Com isso, são 5 as regiões do estado que estão atualmente na fase vermelha do Plano SP: Além de Marília e Registro, seguem no vermelho as regiões de Barretos, Ribeirão Preto e Presidente Prudente. As demais regiões do estado, incluindo Araçatuba, estão na fase laranja. Nenhuma região está nas fases amarela, verde ou azul.

Durante a coletiva, o secretário Marco Vinholi afirmou que em uma semana os índices de Barretos, Ribeirão Preto e Presidente Prudente evoluíram, mas a reclassificação para uma fase de maior flexibilização só pode acontecer após a melhora dos dados após avaliação de 14 dias.

O governador João Dória ressaltou que a avaliação é constante. “Sempre que necessário, tomaremos medidas mais duras se assim for a referência do Comitê de Saúde. E avançaremos no Plano São Paulo se o comitê assim o referendar. Quem determina todas as ações é a saúde”, disse Doria.

Estado

Ainda de acordo com dados apresentados, o estado de São Paulo melhorou a sua taxa de ocupação de leitos de UTI Covid de 69,1% para 66,5% em uma semana. Agora são 19,1 leitos para cada 100 mil habitantes em media.

Houve um decréscimo de 10% no número de casos registrados na última semana em relação a anterior, diminuição de 1% nas internações e aumento de 7% no número de óbitos.

Veja também

Araçatuba tem terceira morte do ano por covid; Birigui ultrapassa 4 mil atendimentos de síndromes gripais em uma semana

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA E REGIÃO Com mais 502 casos de covid-19 registrados em Araçatuba …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *