Região de Araçatuba criou mais de 800 postos de trabalho com carteira assinada em setembro

Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Depois de quatro meses, a região de Araçatuba voltou a contratar mais do que demitir. Juntos, os 43 municípios do território, mais Lins e Promissão, onde o jornal O LIBERAL REGIONAL também circula, criaram 867 postos de trabalho com carteira assinada. Os dados constam no último Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia, divulgados na última quinta-feira.
De acordo com o levantamento nacional, o saldo é resultado da diferença de 6.164 admissões e 5.297 demissões ocorridas no mês passado. Desde abril, a região não terminava com saldo positivo na geração de empregos formais. Apesar da recuperação observada na mais recente pesquisa, os números da região ainda são inferiores aos do primeiro quadrimestre. Em janeiro, fevereiro, março e abril, o território abriu 1.007, 974, 1.302 e três mil oportunidades, respectivamente. Nos meses seguintes, as variações foram negativas.
O bom desempenho em setembro já era previsível por causa da boom de oportunidades criadas na indústria. Conforme reportagem publicada na edição dessa sexta-feira do LIBERAL, no nono mês do ano, as fábricas da região criaram, juntas, cerca de 2,4 mil postos de trabalho. Foi o melhor indicativo de todo o Estado de São Paulo no período, conforme o Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). O estudo desses órgãos concluiu ainda que Araçatuba teve o melhor setembro em 13 anos no que diz respeito à abertura de vagas no setor secundário da economia.
O Caged, por sua vez, que considera todos os segmentos, confirmou essa tese. Das quatro microrregiões em que se divide a região de Araçatuba, foi justamente onde está a força da indústria frigorífica que puxou o resultado positivo: a comarca de Andradina. Juntos, os onze municípios que a compõem responderam 36,33% dos empregos formais criados no mês anterior. Foram 315, no total.
Ontem, em entrevista a este jornal, o diretor do Ciesp, Samir Nakad, atribuiu a “explosão” de empregos no setor industrial à necessidade da produção alimentícia regional de atender o mercado chinês, que tem sofrido com os efeitos da peste suína e, por isso, aumentou as importações de carne do Brasil.
Apesar da forte contribuição da indústria para a retomada na criação de vagas com carteira assinada, o setor de serviços, que vinha sendo um destaque nos municípios nos levantamentos anteriores, manteve o ritmo em setembro. Só na cidade de Araçatuba, este setor – que inclui atividades nos campos da gastronomia, beleza, saúde e educação – terminou com saldo de 116 oportunidades abertas. Em Birigui, o número ficou próximo: 112, muito próximo do total de postos de trabalho criados no polo calçadista, carro-chefe da economia local, que ficou em 115.
TRÊS LAGOAS
Outro município da área de abrangência do LIBERAL, Três Lagoas também encerrou setembro com variação positiva. Sozinha, a cidade criou 50 vagas de emprego com registro em carteira, consequência de 1.118 contratações e 1.068 desligamentos ocorridos no último mês.
Tanto o município sul-mato-grossense quanto a região de Araçatuba acompanharam tendência nacional de crescimento em relação ao emprego formal, beneficiada pelos serviços e pela indústria.
Segundo o Caged, a criação de empregos com carteira assinada atingiu, em setembro, o maior nível para o mês em seis anos e o sexto mês seguido de expansão. Em todo o País, foram criados 157.213 postos formais de trabalho no último mês. A última vez em que a criação de empregos tinha superado esse nível foi em setembro de 2013, quando as admissões superaram as dispensas em 211.068. A criação de empregos totaliza 761.776 de janeiro a setembro, 6% a mais que no mesmo período do ano passado.

 

EMPREGO FORMAL

Confira a quantidade vagas criadas em cada microrregião:

Microrregião Admissões Demissões Saldo

Araçatuba (Araçatuba, Bento de
Abreu, Guararapes, Lavínia,
Rubiácea, Santo Antônio do
Aracanguá e Valparaíso) 2.079 1.808 271

Birigui (Alto Alegre,
Avanhandava, Barbosa, Bilac,
Birigui, Brejo Alegre, Buritama,
Clementina, Coroados, Gabriel
Monteiro, Glicério, Lourdes,
Luisiânia, Penápolis, Piacatu,
Santópolis do Aguapeí e
Turiúba) 1.858 1.657 201

Auriflama (Auriflama, Gastão
Vidigal, General Salgado,
Guzolândia, Nova Castilho,
Nova Luzitânia e São João de
Iracema) 101 133 -32

Andradina (Andradina, Castilho,
Guaraçaí, Ilha Solteira, Itapura,
Mirandópolis, Murutinga do Sul,
Nova Independência, Pereira
Barreto, Sud Mennucci e
Suzanápolis) 1.146 831 315

Lins (Lins e Promissão) 980 868 112

Total 6.164 5.297 867

Fonte: Caged.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Adultos a partir de 50 anos começam a ser vacinados hoje

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES  – ARAÇATUBA Araçatuba vai iniciar nesta quarta-feira (16) junto com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *