28.3 C
Araçatuba
sábado, junho 25, 2022

Potencial de consumo dos biriguienses deve crescer 23% e ultrapassar R$ 4,5 bilhões este ano

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

O potencial de consumo dos biriguienses deve ultrapassar R$ 4,5 bilhões neste ano. O montante é 23,10% superior aos R$ 3,6 bilhões verificados no ano anterior. É o que aponta a pesquisa do IPC Maps (Índice de Potencial de Consumo), publicado pela empresa IPC Marketing Editora, que traçou o mapa do potencial de consumo dos municípios brasileiros de 2022.
Os dados foram coletados pela SDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico) e reforçam o crescimento do mercado interno de Birigui, consolidando a recuperação econômica após o período mais crítico da pandemia de covid-19.
A projeção coloca Birigui na 60ª posição estadual e 196ª posição nacional, tornando-se um elemento que potencializa a capacidade de desenvolvimento local. Até o final de 2022, a projeção é que o consumo biriguiense seja ampliado em R$ 850.909.884 para aquisição de produtos e serviços, em comparação ao ano passado.
Para o prefeito Leandro Maffeis, a projeção confirma o cenário de recuperação da economia do município. “Temos boas perspectivas em praticamente todos os setores. Birigui está com saldo positivo no mercado de trabalho e também em outros indicadores, como as exportações. São resultados que refletem também na melhoria da qualidade de vida da nossa população”, afirmou.

CATEGORIAS
Outro detalhamento importante que a pesquisa mostra é com relação aos setores em que os recursos estão distribuídos. O potencial de consumo está distribuído com maior concentração nas categorias habitação (R$ 1,277 bilhões); veículo próprio (R$ 481,4 milhões); materiais de construção (R$ 165,6 milhões); plano de saúde e tratamento dentário (R$ 161,9 milhões).
A pesquisa mostra ainda o comportamento do biriguiense em relação a alocação de recursos orçamentários (dispêndios), como por exemplo, a alimentação no domicílio, para qual está previsto a destinação de R$ 386,9 milhões em compras, valor que em 2022 deverá superar em 121% a alimentação fora do domicílio (R$ 174,4 milhões).
“As informações apresentadas pela pesquisa IPC Maps são importantes para nortear os investimentos de empreendedores que pretendem ampliar seus negócios ou atrair investidores para a nossa cidade”, aponta o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nivaldo Albani.

 

Ultimas Noticias