PONTO DE ENCONTRO

Compartilhe esta notícia!

A Cabana

Ventos que sopram na aldeia local,
Trazem consigo um aroma especial,
O cheiro é muito bom, fenomenal,
Todos se reúnem, é noite de Natal.

Vilarejo simples, à beira-mar,
Próximo aos coqueiros tem um lindo altar,
Cabanas enfileiradas se destacam no horizonte,
Perto das jangadas, em frente à velha ponte.

Lá é o templo do tempo parado,
Onde os sortudos moradores não são afetados,
Cabana de taipa é o lar de José,
Homem de caráter, filho da fé.

José é o espelho da honra e do amor,
Aprendeu a amar Cristo nosso Senhor,
Nesta noite de Natal, irá celebrar,
A vida daquele, que morreu para nos salvar.

Num mundo estranho em que os homens veneram,
Riquezas da terra, que em breve se encerram,
Eles se esquecerem das próprias lembranças,
De suas origens, de nossas crianças.

Vem Deus nos mostrar, que o Natal é o tempo
De se arrepender, mostrar sentimentos.
Na cabana tão simples, José nos mostrou,
Que o Rei do universo, só quer nosso amor.

Fábio Ricardo Ambrosio (Penápolis, 22/12/2020)


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Mais 21 médicos iniciam Residência Médica na Santa Casa de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA A Comissão de Residência Médica (Coreme) e a direção …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *