Home Cidades Araçatuba Polícia Civil prende segundo suspeito de ter sequestrado motorista de aplicativo

Polícia Civil prende segundo suspeito de ter sequestrado motorista de aplicativo

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

VITOR MORETTI – ARAÇATUBA

A Polícia Civil de Araçatuba prendeu na tarde de terça-feira (23) o segundo suspeito de ter participado do sequestro de um motorista de aplicativo, que é guarda municipal aposentado, no início de julho. O crime ocorreu perto do Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado, onde era realizada uma feira agropecuária. O primeiro autor foi preso em flagrante horas depois do crime.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os policiais já tinham informações a respeito do paradeiro do indiciado e, por isso, pediram um mandado de prisão á Justiça. A Terceira Vara Criminal autorizou o cumprimento, que se deu na rua Pedro Moreno, no bairro Porto Real. O rapaz, identificado pelas iniciais S.C.S.L., 20 anos, foi levado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. Depois, ele foi levado até a cadeia pública de Penápolis, onde deverá aguardar vaga em alguma unidade prisional da região.

CRIME

O crime ocorreu pouco depois da uma hora da manhã do último dia oito de julho. De acordo com informações do boletim de ocorrência, os dois bandidos solicitaram o serviço do aplicativo para uma corrida no bairro Colinas, em Birigui. Eles entraram no veículo. No meio do percurso, um dos suspeitos pediu para que a vítima parasse, já que queria urinar. Assim que o carro parou, os suspeitos anunciaram o assalto. Eles entraram em luta corporal com o motorista e o agrediram com várias coronhadas. Em determinado momento, os indiciados encontraram a arma do guarda e continuaram com as agressões. Na sequência, a dupla rendeu o declarante e o colocaram dentro do porta-malas.
Os indivíduos passaram a circular com o automóvel em alta velocidade e não perceberam que o motorista estava com um celular. Enquanto estava trancado, ele conseguiu acionar a Polícia Militar e falar que tinha sido roubado, momento que os ladrões perceberam que ele estava fazendo uma ligação, pararam e tomaram o aparelho do guarda, o agredindo ainda mais.
Já na altura de Penápolis, os criminosos se depararam com uma viatura da Polícia Militar e se assustaram, levantando suspeitas. Uma perseguição teve início a partir de então por diversas ruas e avenidas da cidade. Os criminosos só pararam depois que bateram em um veículo VW/Gol, que estava estacionado, e um trailler, no final da rua Doutor Ramalho Franco. Os dois autores desceram e fugiram a pé, levando a arma do guarda.
Desde a fuga em meio ao matagal, as equipes policiais continuaram as buscas pelos dois criminosos. Por volta das 10h, os PMs receberam informações de que a dupla havia sido vista em uma agência de moto táxi em Penápolis. Cada um pegou uma moto até Araçatuba.
Em patrulhamento pela cidade, uma viatura se deparou com um dos indivíduos, de 19 anos, perto de um bar na rua Torres Homem. Foi feita a abordagem e nada de ilícito com o suspeito foi encontrado. Apesar disso, a vítima do roubo o reconheceu como sendo um dos autores por meio de uma foto. Depois, já na delegacia, o guarda também fez o reconhecimento pessoalmente.
FOTO: SEQUESTRO ATUALIZAÇÃO
CRIMINALIDADE – Carro do motorista de aplicativo ficou danificado depois de fuga e perseguição
CRÉDITO: RAFAEL MACHI/ DIÁRIO DE PENÁPOLIS


Compartilhe esta notícia!