22.8 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 17, 2022

Planejamento faz projetos para investimentos de R$ 25 milhões

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

O nome de Dilador Borges pode ficar gravado na história de Araçatuba como o prefeito das grandes avenidas e ruas e do recapeamento. Por determinação do prefeito, a Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação está intensificando a elaboração de projetos para pacote de obras viárias. As obras vão atender milhares de pessoas em diferentes regiões da cidade. Segundo o secretário Tadeu Consoni, anteprojetos já foram apresentados em várias instituições financeiras para financiamento. “Já temos algumas propostas, mas quem está negociando diretamente com os bancos é o prefeito”, disse Consoni, explicando que na rigorosa avaliação destas instituições, o montante pleiteado pela administração não chega a pouco mais de 20% da capacidade de endividamento e de pagamento da Prefeitura.
Reforçando a disposição do prefeito Dialador Borges em mudar radicalmente a realidade viária do município, Consoni citou as obras de pavimentação da Avenida Juscelino Kubitschek, Meradio Frazatti e várias ruas do Água Branca, as obras de canalização e pavimentação do prolongamento da Avenida Joaquim de Pompeu de Toledo. “O prefeito foi claro quanto à execução de mais duas importantes obras: a pavimentação da Avenida Joaquim Pompeu de Toledo e recapeamento total do Concórdia”, acrescentou Consoni.
De acordo com o secretário, conforma foi estabelecido pelo prefeito, as principais obras que integram o pacote em fase de elaboração de projetos para negociar financiamentos e depois apresentar à câmara inclui a pavimentação da Dois de Dezembro, tanto no trecho entre a João Arruda Brasil e a Afonso Celso e no trecho até a Rodovia Elyeser Montenegro Magalhães. “Esta foi uma exigência do prefeito. Quer a Dois de Dezembro integralmente pavimentada”, disse o secretário, frisando que nesta via será necessária a construção de galerias de águas pluviais.
Outra obra prevista é a construção do prolongamento da Avenida Valdemar Alves para atender empreendimentos que surgiram do outro lado da rodovia. Moradores de residenciais como o Porto Real, têm dificuldade de acesso ao outro lado da rodovia e muitos transitam na contramão. Também está prevista a pavimentação de trecho da Avenida Café Filho, beneficiando moradores de bairros como Ouro Preto, Iporã e Jussara.
Segundo Consoni, no final da Rua Porangaba, próximo ao Sesi, há também um passivo ambiental. “O objetivo é construir galerias e pavimentar o final das ruas para estimular construções e novos empreendimentos. Trata-se de uma área valorizada, mas que há muito tempo está abandonada”, acrescentou o secretário.
O secretário disse que há outras obras previstas, como o recapeamento total do Concórdia. No Pinheiro deverão ser construídas galerias e pavimentadas várias ruas, como forma de estimular o desenvolvimento e atrair novos investimentos. Estão previstas, também, obras no Mão Divina.
Para o secretário Tadeu Consoni, trata-se de um conjunto de obras que vai impactar diretamente a vida de milhares de famílias, melhorando a qualidade de vida. Além disso, são benfeitorias que têm a capacidade de promover o desenvolvimento, abrindo novas perspectivas de negócio e de crescimento da cidade.

O PREFEITO
O prefeito Dilador Borges não esconde a sua preocupação com o sistema viária do município. Além de buscar emendas parlamentares, recursos a fundo perdido junto aos governos estadual e federal, tem buscando fontes de financiamento. “Precisamos destravar o crescimento de Araçatuba por meio de novas vias, que podem se transformar em eixos de desenvolvimento. A Avenida Juscelino Kubitschek já está mudando o perfil daquela região da cidade que ficou décadas esquecida. Da mesma forma, a Nova Pompeu de Toledo vai, sem dúvida, atrair novos empreendimentos àquela região e em curto espaço de tempo. Agora estamos planejando obras em pontos extremos da cidade, como a Café Filho, Dois de Dezembro e Valdemar Alves, também como forma de beneficiar a população e estimular o desenvolvimento”, disse o prefeito, ressalvando que obras que melhoram a qualidade de vida da população, como recapeamento do Concórdia, pavimentação no Mão Divina e no Pinheiro não foram esquecidas.

Ultimas Noticias