Home Cidades Araçatuba Passados quatro anos, promessas eleitorais de Dilador não saíram do papel

Passados quatro anos, promessas eleitorais de Dilador não saíram do papel

8 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Ao lançar-se candidato a prefeito em 2016, Dilador Borges Damasceno e sua companheira de chapa, Edna Flor, apresentaram o Plano de Governo, como determina a legislação eleitoral. Passados quatros anos, ao revisitar o plano apresentado, o cidadão-eleitor depara-se com dura realidade. A maioria das propostas não saiu do papel. O cidadão foi enganado na sua boa-fé ao acreditar nos candidatos, que hoje voltam às ruas para pedir votos e se manterem no poder. Além das promessas que se tornaram mentirosas pela não concretização, o candidato Dilador falou muito do zoológico municipal em 2016 e criticou as administrações anteriores. Também não fez nada. Assim como a Pompeu de Toledo, anunciada quando fez 100 dias de governo e ainda não foi capaz de concluir.

Para que o cidadão-eleitor possa rememorar as promessas não cumpridas de Dilador Borges e Edna Flor, a equipe de reportagem de O LIBERAL REGIONAL listou algumas obras e iniciativas que não saíram do papel, como a tão sonhada nova rodoviária; melhoria da canalização do Córrego Machado de Mello, a nova Ponte Preta; urbanização da antiga pedreira na Avenida Valdir Felizola de Moraes; obras contra enchentes e muitas outras iniciativas que poderiam mexer diretamente com a vida de milhares de pessoas. Porém, o que se viu foi a questão do IPTU, elevado para milhares de pessoas; escândalos como da operação #tudonosso e outros contratos suspeitos.

RODOVIÁRIA

Há muito tempo o cidadão de Araçatuba cobra a construção de novo terminal rodoviário. Quer um espaço que esteja à altura da cidade e que possa ser apresentado como cartão postal ou porta de entrada do município, que sonha em ser centro turístico regional. Percebendo esse sonho popular, Dilador e Edna Flor incluíram a construção de novo terminal no plano de governo. Na página 8, abordando a questão de planejamento, infraestrutura e mobilidade urbano, o plano cita: “Construção de um novo terminal rodoviário na área da Ceagesp ampliando e otimizando o espaço da Prefeitura Municipal”. Já na página 47, ao tratar do turismo, consta: “Implantar um novo terminal rodoviário”.

Os quatro anos de Dilador e Edna passaram e quase nada foi feito nesse sentido. Nem mesmo obras de melhoria foram executadas no atual terminal, que em alguns pontos mostra sinais de abandono e de descaso, bem à frente dos olhos do governo, já que a Prefeitura funciona no prédio anexo.

No plano de governo apresentado em 2016, Dilador e Edna, além de citarem um moderno terminal rodoviário, chegaram a cravar o local: área na Saudade, que pertence à Ceagesp (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Ficou apenas no papel.

OBRAS CONTRA ENCHENTES

Os moradores e comerciantes estabelecidos na Bacia do Córrego Machado de Mello também ficaram na saudade com as obras apresentadas no Plano de Governo de Dilador e Edna Flor. No setor dedicado ao planejamento e infraestrutura, na página nove, fala de obras contra enchentes citando a Lagoa das Flores, região do Jussara e o Córrego Machado de Mello. Quase nada foi feito. Obra executada na região do Bairro Jussara não resolveu o problema e parte foi comprometida com a primeira chuva. Moradores reclamaram.

Na Lagoa das Flores nada foi feito para resolver o problema e reurbanizar a área. As medidas contra enchentes foram implementadas ainda na administração passada.

Quanto ao Córrego Machado de Mello – Avenida João Arruda Brasil, os moradores e estabelecimentos comerciais continuam sofrendo a cada chuva. Nada foi feito. No plano de governo, na página 9, fala em aumento da seção de canalização entre as ruas Porangaba e Antônio Gomes do Amaral. Mais uma promessa não cumprida. Mais uma mentira de Dilador Borges Damasceno e Edna Flor, assim como tantas outras que foram apuradas pela reportagem.

Como se observa, a dupla Dilador e Edna Flor apresentou propostas, mas esqueceu de cumprir as promessas feitas em campanha eleitoral.

 

a3 Rodoviária1

 

 

a5  Região do Jussara

PROBLEMAS Em bairros da região do Jussara as obras não resistiram à primeira chuva

 

 


Compartilhe esta notícia!