14.1 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 10, 2022

O que fazemos aqui?

 

FERNANDA COLLI

Que estamos aqui de passagem, é fato. E com isso, precisamos aprender (e a nos policiar) diariamente sobre o verdadeiro significado de tudo isso.
Vemos tantas pessoas lucrando em cima das dores de outras e prejudicando colegas de trabalho, que empatia, solidariedade e valores primordiais para a evolução da sociedade parecem ser inexistentes. Quando estamos em um ambiente como esse, a vida tem um peso maior assim como a dificuldade para enxergar uma luz no fim do túnel.
Há uma urgente necessidade de ressignificação sobre o que estamos fazendo aqui na Terra. Será que sou melhor se eu prejudico alguém ou se eu ajudo alguém? O que estamos fazendo aqui? Estamos em busca de construir desavenças ou elevarmos nossos pensamentos? Qual a nossa missão? São questões simples, porém importantes para nossa vida.
Cada vez mais as pessoas estão vivendo em torno de pessoas e matéria, se esquecendo que nossa passagem é justamente para evolução de nossa alma. O que conta no final? Construir uma herança ou um legado?
O que quero deixar hoje a você caro leitor, é que independente da construção, tudo passa. Um dia a gente reprova na prova, é despedido. No outro a gente se decepciona, sofre por amor, passa a noite chorando; um dia a gente perde o ônibus, perde a hora, perde uma pessoa. O que não podemos nunca é perder a fé e o real sentido de nossa missão: evoluir e que isso ocorra da maneira mais leve e agradável possível. Portanto, não hesite em viver o hoje como se tudo fosse uma despedida. Porque é.

Fernanda Colli pedagoga, psicopedagoga, Arte Educadora, presidente do Conselho Municipal de Cultura

Ultimas Noticias