CRESCIMENTO - Associação prevê crescimento de até 7% nas vendas na Black Friday deste ano em relação a 2020

Novembro pode ter até 7% de crescimento do varejo em Araçatuba por conta da Black Friday

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Com cada vez mais adeptos no Brasil, a Black Friday é a grande atração do comércio de Araçatuba para o mês de novembro, já aquecendo as vendas e chamando o público consumidor que pretende antecipar as compras de Natal.

Tradicionalmente feita após o “Thanksgiving” (Dia de Ação de Graças) norte-americano, neste ano, o dia oficial da Black Friday é em 26 de novembro. Porém, diversas lojas de Araçatuba já estão aproveitando o início do mês para anunciar as promoções e chamar a atenção dos consumidores.

Tons de preto e de amarelo já tomam conta da decoração de alguns locais, que tematizam a data como forma de atração.

Já virou tradição as promoções nesta época do ano em algumas lojas, como por exemplo em uma casa de rações localizada na rua Cristiano Olsen, que já estendeu faixas relativas à data em totens na calçada. Quem passa relativamente longe já consegue ver com destaque.

Outro estabelecimento especializado na venda de móveis para o lar, localizado na rua Luiz Pereira Barreto, já apresenta cartazes e informações sobre descontos que chegam até 50% em sofás.

As promoções chegam a diversos segmentos, como lojas de roupas, de aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos, calçados, dentre outras, além de promoções destacadas também em supermercados, casas de carnes e estabelecimentos do ramo alimentício.

A Associação Comercial e Industrial de Araçatuba está mais otimista com o Black Friday neste ano, devido ao fim das restrições impostas pela pandemia no comércio. Com as lojas funcionando desde agosto sem nenhum tipo de impedimento de público, segundo dirigentes da entidade, a esperança é de um acréscimo de até 7% nas vendas em relação ao mesmo período de 2020.

Para o gerente executivo da Associação Comercial e Industrial de Araçatuba, Osney Ferracioli, a data é cada vez mais tradicional, e comerciantes aproveitam para tentar fidelizar o cliente desde o início do mês. Os descontos podem chegar, em média, segundo ele, a 60%

“A Black Friday hoje virou uma tradição no Brasil e muitos consumidores se preparam para fazer as suas compras. Os lojistas já estão fazendo as promoções antecipadas do Black Friday. Normalmente agora eles estão fazendo a promoção durante o mês de novembro, para que os consumidores possam adquirir com calma os produtos com 50% e 60% de desconto”, explicou Ferracioli.

De acordo com o dirigente, a possibilidade maior de comprar presenciais, que ainda atrai boa parte da população, é o grande diferencial do ano para a expectativa maior nas vendas.

Em 2020, apesar do comércio ter ficado aberto em novembro, ainda havia restrições que impediam que lojas recebessem a totalidade da sua capacidade de público.

Sem este tipo de restrição, o gerente da ACIA acredita que as vendas presenciais serão ainda mais significativas e faz uma projeção de crescimento maior, chamando o período de “Natal antecipado”.

“A expectativa é que essas vendas podem ter um acréscimo de 5% a 7% a mais do que no período do ano passado. Agora eles podem comprar muitos produtos através das redes sociais, mas também de forma presencial, então nós acreditamos que é um Natal antecipado a Black Friday hoje para os consumidores e para os lojistas”, comentou.

A procura maior, segundo ele, deve ser pelos aparelhos eletrônicos. Segundo o dirigente, produtos que tradicionalmente são mais caros ao consumidor, como geladeiras e sofás, costumam ter mais saída neste período, já que com as promoções é possível encontrar produtos por menos da metade do preço.

“Quando se fala em desconto de até 60%, os produtos mais procurados são os eletrônicos, mas tem consumidor que guarda dinheiro para comprar uma geladeira, um guarda-roupa, um sofá, uma cama. Eles fazem uma economia, tenta guardar um dinheiro, para que possa comprar algum móvel para a sua casa”, completou.

Importância da ação antecipada

Julia Avila, líder do Ebit|Nielsen, empresa especializada em análises do mercado varejista, comentou sobre a relevância desse tipo de ação antecipada. Segundo ela, as compras realizadas em todo mês de novembro são uma tendência que deve se manter em relação ao comportamento do consumidor nos próximos anos.

A avaliação, neste sentido, mostra que esse comportamento beneficia também o varejo. Afinal, com a distribuição das compras ao longo do mês, não é necessário investir tão pesado em equipe e infraestrutura no curto período de 2 dias.

E-commerce

Além do comércio local, o consumidor segue tendo a opção do e-commerce, seja ele local ou não. Muitas das lojas físicas aproveitaram a pandemia para se adaptar às vendas online e entrar neste mercado.

Dados da E-commerce Brasil apontam que, em 2020, apenas no dia 25 de novembro, que foi o dia da Black Friday no ano passado, o faturamento alcançou a marca de R$ 3,1 bilhões. Neste caso, representou um crescimento de 24,8% em relação a 2019. Os 4,6 milhões de pedidos impulsionaram o comércio, sinalizando uma alta de 15,7% na comparação com o ano anterior.

ANTECIPADO – Lojas de Araçatuba já estão expondo promoções antecipadas para atrair consumidores

Veja também

Região tem pouco mais de 72% da sua população totalmente imunizada contra a covid-19

Diego Fernandes – Araçatuba Durante esta semana, ao decidir sobre a flexibilização do uso de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *