21.8 C
Araçatuba
sábado, agosto 13, 2022

Novas avenidas promovem o desenvolvimento

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

Nos últimos anos Araçatuba vem passando por uma verdadeira revolução no que se refere à mobilidade urbana, como recuperação de vias e abertura de novas avenidas para “destravar o desenvolvimento”, como diz o prefeito Dilador Borges. Uma das obras mais emblemáticas e que já foi entregue à população foi a pavimentação da Juscelino Kubitschek. Foram mais de 30 anos de espera.

No entanto, outras importantes obras estão em execução, como o prolongamento da Avenida Joaquim Pompeu Toledo; a pavimentação da Dois de Dezembro e a duplicação da Via Etelvino Pereira dos Santos.
Estas quatro vias podem promover o desenvolvimento de extensas regiões da cidade, relegadas a segundo plano durante décadas. A expectativa é exatamente essa. A partir destas novas avenidas, atrair diferentes tipos de investimentos, como ocorreu com a Avenida Odorindo Perenha, na zona leste da cidade. Depois da pavimentação da segunda pista, a avenida tornou-se um importante núcleo empresarial, com vários empreendimentos.
Ao completar 100 dias de governo, em abril de 2017, o prefeito Dilador Borges, em entrevista ao jornal O LIBERAL REGIONAL, disse que a conclusão da Avenida Joaquim Pompeu de Toledo até a Rodovia Marechal Rondon era um compromisso. “Cansei de ver esta avenida como bandeira de campanha de candidatos. Vão ter de buscar outra bandeira, porque esta obra vai ser executada”, disse o prefeito na oportunidade. A obra está em andamento. O Córrego Machadinho está sendo canalizado e a avenida será prolongada da Tupinambás até a Marechal Rondon.
Outra avenida que desafiou sucessivos governos foi a Juscelino Kubitschek. Há vários problemas que barravam a execução da obra, como a necessidade de construir galerias e, o principal, a existência das torres de transmissão de energia. A legislação impõe limites para o trânsito próximo às torres. No entanto, o atual governo decidiu enfrentar o desafio e após várias reuniões conseguiu convencer a empresa de transmissão de energia que era possível fazer a pavimentação e garantir a segurança. Foi uma obra de custo elevado devido às galerias, mas o resultado foi compensador.

Muitos moradores não acreditavam na execução da obra. Outros acompanhavam os trabalhos diariamente, como se fosse a concretização de um sonho.
Com a avenida JK concluída, outras obras foram possíveis em bairros próximos, como jardins Moreira e Etharare. Novas redes de água e esgoto foram implantadas. Agora as ruas serão pavimentadas.
A pavimentação da Avenida Dois de Dezembro também é outro desafio que está sendo superado. São décadas de espera e muitos problemas enfrentados. Agora, a cidade ganhará um novo acesso para a Rodovia Elyeser Montenegro Magalhães. Como a Zona Norte de Araçatuba cresceu muito, precisa de novas vias de acesso. A Dois de Dezembro será importante neste processo. Além disso, vai estimular o desenvolvimento em uma região de poucos atrativos. A atual administração entende que é preciso criar condições favoráveis para promover o desenvolvimento de diferentes regiões da cidade.
Quanto à Via Etelvino Pereira dos Santos, a importância da obra vai além da simples duplicação. Trata-se de uma obra executada com maior participação do setor privado. Todo trabalho inicial está sendo feito pela Costa Empreendimentos, que lançou um loteamento no local e tem planos para novos empreendimentos. Outras empresas aderiram à iniciativa e também vão dar parcela de contribuição.
Nesta via passam mais de 15 mil veículos por dia. Com os novos empreendimentos, a tendência é aumentar ainda mais. Por isso, a duplicação é uma questão de segurança. Além disso, outro fator importante é despertar no empresariado um novo conceito de cidadania, ajudando o município a encontrar solução para seus problemas.

 
Obra Pomnpeu de Toledo SÁBADO (2)
Duplicação da Etelvino Pereira dos Santos (33)

Ultimas Noticias