TRIETEZA - Bethinha Bernardes deixou um legado de amor ao próximo REPRODUÇÃO FACEBOOK

Morre em São Paulo a empreendedora Bethinha Bernardes

Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

Araçatuba perdeu nessa quinta-feira (11), a empreendedora Elizabeth Chagas Bernardes, aos 67 anos. Bethinha Bernardes, como era carinhosamente chamada, fez da vida a missão de tornar mais doce a vida de centenas de pessoas. E isso não é se referindo à sua fábrica de chocolates, mas sim ao espírito solidário e de benemerência. Bethinha liderou muitas ações para ajudar entidades assistenciais de Araçatuba. E, de forma anônima, sempre socorreu quem a procurava. A empresária e benemérita morreu por volta de 12 horas, em um hospital de São Paulo, onde estava internada há aproximadamente dois meses.

A reportagem apurou junto a pessoas próximas à família que o velório ocorrerá na Capela Cardassi da Saudade a partir das 7 horas. Embora a empresária morreu em decorrência dos problemas causados pela covid-19, poderá ser feito velório porque o período de transmissão do vírus já passou – ela estava internada desde o início de janeiro.

Formada em educação física (primeira turma da Toledo), Bethinha desde jovem foi uma líder comprometida com o seu tempo. Foi jogadora de vôlei. Depois, instalou uma academia em um imóvel da família e uma escola de dança. Sempre esteve envolvida em ações esportivas e culturais.

Casada com o pecuarista Edward José Bernardes há mais de 4 décadas, Bethinha ingressou no mundo dos negócios ao lado do marido com o famoso “Vagão”, restaurante que marcou época na Avenida Brasília em Araçatuba. A fábrica de doce surgiu por ver o potencial do negócio.

Ela relatou por diversas vezes que comeu a trufa feita por uma prima e gostou. Conseguiu a receita e fez como lembrança de aniversário de 15 anos da filha. O sucesso foi total. Depois fez para presentear pessoas próximas.  Novo sucesso. Foi aí que despertou para o potencial do negócio de chocolate. Porém, como sempre foi detalhista e dinâmica, não se limitou às trufas, que a tornaram conhecida no país. Ela pesquisou, inovou e criou a suas próprias receitas. O sucesso da Bethinha’s Trufas transcendeu fronteiras e faz sucesso há quase 25 anos.

FAMÍLIA

Bethinha e Edward tiveram três filhos: Fernando, Priscilla e Gabriela, que nos últimos anos vinha atuando ao lado da mãe para dar continuidade ao negócio da família.

SOCIAL

Bethinha foi uma mulher antenada com o seu tempo e tinha compromisso social. Foi presidente da Aadefa e foi muito além. Promoveu durante anos o Arraiá da Bathinha, em frente à fábrica de chocolate, onde entidades montavam barracas. Também promoveu durante anos o Jantar Árabe, servindo mil pessoas, com renda para entidades assistenciais.

 

FAMÍLIA – Bethinha com o marido, Edward e os filhos Gabriela, Fernando e Priscilla
REPRODUÇÃO

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Assistência Social confecciona lençóis de cama para o pronto socorro

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – BIRIGUI Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Projeto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *