PET CARE - Cuidados com os "pets" aumentaram durante a pandemia em Araçatuba

Mesmo com pandemia, mercado de produtos veterinários cresce 70% em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

O chamado “mercado pet” está comemorando as vendas do setor no ano passado. Mesmo com a pandemia, o setor de vendas de rações, medicamentos e demais produtos para animais, registrou um crescimento. Os estabelecimentos do setor foram considerados serviços essenciais durante a quarentena e por isso mantiveram seus negócios em alta ao longo de ano.

Para a proprietária da Zoo Pet, de Araçatuba, Adriana Freitas, o crescimento do setor na cidade chegou a patamares bem altos. Ela afirma que houve um aumento de até 70% nas vendas e acredita que o tempo que as famílias passaram em casa intensificaram os cuidados com os animais.

“A gente tem notado até um grande crescimento em todos os pets, as pessoas ficando em casa acabaram tendo mais tempo com as suas famílias e seus animais e acabaram dando uma prioridade bem maior”, afirmou Adriana.

A empresária afirmou que não houve queda no setor ao longo do ano. Apenas no início da pandemia ela notou uma pequena variação negativa, que logo foi superada.

“É um serviço que é essencial também, então a gente não teve praticamente nenhuma queda, exceto no começo, quando todos ficaram assustados e naturalmente teve redução, mas depois automaticamente foi voltando ao normal”, disse.

No mês de dezembro, Adriana afirmou que o setor não teve um crescimento tão acentuado como os demais setores do comércio, por ser um tipo de serviço que independe da época do ano.

“A gente segue no mesmo ritmo, os donos já cuidam diariamente (dos animais), o que as vezes acontece um pouco é que vem pessoas de outras cidades e acaba vindo conhecer o Pet, porque acompanha através de familiares, pelas redes sociais, e tem vindo procurar bastante no período que vem visitar a família”, contou, enfatizando que esta prática ocorre também em janeiro, tradicional mês de férias.

Faturamento

Dados divulgados pelo Instituto Pet Brasil mostram que o comércio on line, que foi intensificado em 2020 graças à pandemia, proporcionou um crescimento no faturamento do mercado pet no Brasil nos primeiros três meses do ano passado.

Segundo os números divulgados, o faturamento teve crescimento de 65,6% na comparação com o mesmo período de 2019, saltando de R$ 1,5 bilhão para R$ 2,5 bilhões.

Os produtos veterinários, como por exemplo, medicamentos, tiveram uma alta de 18% neste mesmo período, enquanto o setor de pet food, com rações e misturas para rações, cresceu 10%.

Os produtos de pet care, para cuidados com o animal, como shampoos, também registraram alta de 6,9%; além de um crescimento de 5% nos serviços veterinários.

Segundo colocado

Outro levantamento, feito pela Euromonitor International, mostrou que o Brasil se tornou o segundo maior mercado de produtos pet no mundo, com 6,4% de participação global, perdendo apenas para os EUA, que tem 50% de participação no mercado. O Brasil apareceu neste levantamento pela primeira vez a frente do Reino Unido, que ficou com 6,1%.

O levantamento mostra que são, aproximadamente, 1,6 bilhão de pets no mundo atualmente, sendo que pouco mais de 139 milhões deles estão no Brasil.

O faturamento do setor até o terceiro trimestre de 2019 foi de R$ 35,4 bilhões, o que já representava um crescimento de 3% sobre o ano anterior inteiro, segundo o Instituto Pet Brasil. O crescimento que era esperado para 2020 era de até 6% em relação a 2019.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Duas festas são paralisadas em Araçatuba após denúncia

Compartilhe esta notícia!Funcionários da vigilância sanitária e fiscais de postura paralisaram duas festas em Araçatuba, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *