Home Cidades Araçatuba Mesmo com mudança de rotina, academias esportivas começam a se recuperar após período de fechamento

Mesmo com mudança de rotina, academias esportivas começam a se recuperar após período de fechamento

8 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Com a região de Araçatuba na fase 3 (Amarela) do Plano São Paulo, as academias de ginástica, lutas, natação, dentre outros seguimentos, estão tendo de seguir uma série de protocolos para a manutenção de suas atividades. Mesmo após ficaram cerca de 5 meses completamente fechados, os estabelecimentos do ramo estão tentando recuperar o período perdido.

Desde o início da pandemia, estabelecimentos do setor tiveram que fechar as portas entre março e agosto, o que provocou, inclusive, protesto de empresários do setor em frente à prefeitura de Araçatuba, no mês de abril, além de diversas reuniões posteriores com o poder público, todas sem sucesso. Somente com a chegada da região à fase amarela, em agosto, e com a liberação do governo estadual é que o setor voltou a ter permissão para funcionar no município.

 

Em uma escola de natação localizada no bairro Icaray, em Araçatuba, o proprietário Fábio José Boraschi, que dá aulas no local ao lado de outros profissionais, afirma que aproximadamente metade dos alunos ainda não voltaram após a reabertura. Segundo Boraschi, em 25 anos de atuação nesta área com a academia Nado Medley, foi a principal dificuldade enfrentada por ele.

“Eu nunca tinha passado por isso na minha vida, eu acredito que deve ter sido um período muito difícil para todos, não só pra mim, mas para o mundo inteiro. Nós temos que nos reinventar, usar a nossa criatividade, e tomar muito cuidado e medidas protetivas para que isso não se prolifere de uma maneira incontrolável, afirmou o proprietário, demonstrando preocupação com a pandemia.

Segundo o proprietário, algumas orientações foram dadas aos alunos desde a volta das atividades. Seguindo as orientações publicadas em decreto municipal, os vestiários não estão sendo utilizados e os usuários estão sendo orientados sobre a higienização e as normas de conduta no local enquanto o período de pandemia não termina.

“A gente está tendo que redobrar os nossos cuidados para atender nossos alunos, colocamos um recipiente na entrada para as crianças se desinfectarem. Pedimos a eles um cuidado para vir somente com o roupão, não usar os vestiários, somente em caso de necessidade fisiológica e pra vir de máscara. Saindo da piscina eles colocam o roupão e vão para casa com os pais. Pedimos para os pais ficarem lá fora esperando os filhos. Temos até espaço aqui, mas pedimos para que eles aguardem na parte exterior da escola para evitar aglomeração”, explicou.

Fábio Boraschi conta que a academia Nado Medley contava com cerca de 500 alunos e agora, pós-retorno, está atendendo cerca de 250 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos. “Alguns deram uma paradinha e vão voltar em janeiro, porque não se sentem confiantes ainda de voltar”, explicou.

Diversos alunos e pais de alunos que frequentam o local já se sentem totalmente confiantes no ambiente. Lara Peruzzo, que é psicóloga e mãe do Eduardo, de 10 anos, leva o filho toda semana na natação e afirma que a higienização tem sido feito de maneira adequada, deixando-a tranquila para frequentar o espaço com sua família.

“A escola sempre seguiu os padrões de higiene, independentemente de ter ou não pandemia, eu me sinto totalmente segura”, disse.

Lara explica que seu filho Eduardo estava sentindo muita falta das atividades fora de casa durante a pandemia. Segundo ela, o garoto ainda sente falta dos estudos em sua escola de ensino regular.

“Ele sentiu bastante falta e para compensar a gente fazia natação em casa, mas foi um período bastante perturbador. Ele queria vir muito para academia, assim como ele ainda quer ir para a escola, mas nós temos que seguir regras”, disse.

Atualmente, as academias de Araçatuba estão autorizadas a funcionar até 8 horas por dia e com 40% da capacidade de público no caso daquelas especializadas em aparelhos de musculação. No caso das academias de natação e de lutas, há a possibilidade de as aulas terem hora marcada, mantendo o mínimo fluxo possível dentro do local.

 


Compartilhe esta notícia!