CHEGA - Moradores do bairro Santa Luzia e adjacentes pedem fim das mortes por acidente na avenida dos Araças e rua dos Fundadores

Manifestação pelo fim das mortes no sistema Araçás/Fundadores fecha trecho de avenida

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Cerca de 40 manifestantes fizeram um protesto no final da tarde e início da noite de ontem na avenida dos Araçás / rua dos Fundadores no mesmo local onde, na última segunda-feira, o aposentado Odair José Rovida, de 62 anos, perdeu a vida ao ser atropelado por um motociclista que vinha em alta velocidade na via.

O objetivo do protesto, além de conscientizar motoristas para que não exagerem na velocidade ao passar pela via, também tem o objetivo de chamar a atenção do poder público de Araçatuba, principalmente da secretaria de mobilidade urbana, para que tome providências para dar mais segurança ao local. A falta de sinalização, obstáculos e radares na avenida são algumas das principais reclamações de moradores próximos do local, nos bairros Santa Luzia, Novo Umuarama e Jardim Paulista.

A manifestação fechou apenas uma das pistas da avenida dos Araçás, deixando a outra livre para o fluxo do trânsito que, graças ao apoio da Polícia Militar, acontecia de forma mais controlada.

Manifestantes, sendo a maioria deles moradores do bairro Santa Luzia, utilizaram vários cartazes para chamar a atenção de quem passava pelo local. Com dizeres como “Acidentes de trânsito não é normal, socorro” (Sic), “Políticos, até quando esse descaso?” e “Meu protesto prejudica seu trânsito? Você pode ser a próxima vítima, conscientize-se”, além de uma faixa escrita “Chega de mortes na Fundadores”, os participantes do protesto ocupavam o lado esquerdo da avenida dos Araçás, sentido Odorindo Perenha e bairros da zona leste. Foram usadas também diversas cruzes, simbolizando as mortes já ocorridas na via.

Para a moradora do bairro Novo Umuarama, que fica próximo do local, a criação de obstáculos físicos, como lombadas ou lombofaixas, poderia ajudar no controle da velocidade da via. Ela cita outros locais semelhantes onde há obstáculos e faz uma crítica à prefeitura.

“Engraçado, na frente do COC (Seb Thathi) tem sinaleiro, no Degrau tem uma baita de uma lombada, e aqui? Só porque é bairro de pobre? Aqui é muito perigoso e é um bairro onde tem um monte de gente idosa, então ele tinha que visar. Oh, mobilidade urbana, cadê? Sinaliza isso, coloca obstáculo”, disse à reportagem durante o protesto.

O organizador da manifestação, Jacques Pétia, reclama da falta de investimentos pela segurança no local e clama pelo fim dos acidentes com pedestres e veículos no espaço.

“Araçatuba cresceu, essa rua já existe mesmo antes de existir o bairro Hilda Mandarino e nenhum investimento veio pra cá. As lombadas que tinham tiraram, no decorrer desses 20 anos foram mais de 10 pessoas mortas por atropelamento nesta via. Não é possível a gente ficar abandonado todo esse tempo, não é possível que só a população está vendo todo dia acontecer acidente aqui e nenhum político toma uma atitude, isso é vergonhoso, muito vergonhoso para nossa classe política. Chega”, protestou.

De acordo com a Polícia Militar, o protesto ocorreu de forma pacífica. Uma equipe com cerca de 10 policiais cuidou da segurança dos manifestantes e fez a orientação do trânsito, já que o protesto ocorreu em horário de pico, após às 18h.

Segundo o Capitão PM Carlos Henrique Rovina, que comandou os trabalhos da polícia durante o protesto, um estudo estatístico com o número de acidentes na avenida dos Araçás e rua dos Fundadores será enviado ao poder público, endossando o pedido por providências para o aumento da segurança no espaço.

“Nós estamos acompanhando esse trabalho, já temos uma documentação preparada, nós vamos encaminhar para a prefeitura, solicitando providências por parte da secretaria de mobilidade urbana que é a responsável por gerenciar esta engenharia de tráfego. Pra nós é aumentar a fiscalização na região para evitar alguns abusos por parte de condutores que passam por aqui diariamente, de modo que a gente possa garantir a segurança da via e dos outros usuários”, afirmou o Capitão PM.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Nova massa de ar frio pode provocar queda histórica na temperatura

Compartilhe esta notícia!ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA Este ano estão sendo registradas temperaturas atípicas em várias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *