COLETIVA - Anúncio da imunização foi feito durante entrevista realizada na sede do Governo de São Paulo GOVERNO DE SÃO PAULO

Mais de cinco mil profissionais da Educação da região serão vacinados a partir de abril

Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

O Governador João Doria (PSDB) anunciou nessa quarta-feira a vacinação de 530 mil profissionais da Educação e de forças da Segurança Pública contra a COVID-19. A imunização de trabalhadores das duas categorias começa na primeira quinzena de abril.

A reportagem de O LIBERAL REGIONAL apurou o quanto a medida vai beneficiar servidores dessas duas áreas na região. Só de professores e demais funcionários da Educação serão beneficiados mais de cinco mil pessoas.

O número considera o total de trabalhadores – entre docentes e demais servidores – das escolas estaduais da região que, juntos, chegam a 5.378. Desse total, 1.377 pertencem à Diretoria Regional de Ensino de Araçatuba; 989, de Birigui; 773, Penápolis; 1.290, Lins; e 949 em Andradina. A quantidade tende a ser muito maior porque não considera os servidores das redes municipais e privadas de cada um dos municípios.

Só na rede municipal de ensino de Araçatuba, por exemplo, são 820 professores. Somando os demais profissionais da Educação, inclusive funcionários de empresas terceirizadas da merenda e limpeza, o número chega em aproximadamente dois mil.

PRIORITÁRIOS

A exemplo da vacinação que vem ocorrendo, a imunização dos profissionais do ensino se dará por etapas.

No próximo dia 12, 350 mil professores e demais funcionários de escolas estaduais, municipais e particulares com idade a partir de 47 anos também serão incluídos na campanha. Para profissionais da rede privada, haverá apresentação obrigatória dos dois últimos contracheques para evitar fraudes na vacinação.

“São doses de esperança, para que as escolas não fechem mais e nossos estudantes possam recuperar e seguir o percurso de aprendizagem”, declarou, em nota do governo paulista divulgada à imprensa, o Secretário da Educação Rossieli Soares.

Neste ano, nas redes pública e privada, as aulas começaram no modelo híbrido – aquele em que parte dos alunos as acompanha de forma remota e outros assistem presencialmente. No entanto, com o agravamento de casos, mortes e internações provocadas pela covid-19, as aulas tiveram de voltar inteiramente ao modelo on-line, como aconteceu de março a dezembro ao longo de 2020.

O público-alvo (pessoas a partir de 47 anos) representa cerca de 40% de todos os profissionais da educação básica paulista. Inicialmente, o Governo do Estado está priorizando profissionais com idade em que a incidência de casos moderados e graves da COVID-19 é mais alta.

EXPECTATIVA

Para gestores do ensino ouvidos pelo LIBERAL, a vacinação traz expectativas de retorno presencial das aulas, apesar do momento crítico da pandemia.

“Com os profissionais da educação estando vacinados, a crianças não têm contágio. Porém, depende das famílias também fazerem o isolamento e seguir os protocolos sanitários nos lares”, disse um diretor de escola privada ouvido pela reportagem.

Já a secretária municipal de Educação, Silvana de Souza e Sousa, adota um tom mais moderado. “Queremos muito retornar, mas vai depender do contexto. Muitos profissionais têm menos de 47 anos e ficarão para etapas posteriores de aplicação”, disse ela.

 

 

 

Pelo menos 620 agentes de segurança serão vacinados

 

A partir de 5 de abril, 180 mil policiais civis, militares e técnicos-científicos, agentes penitenciários, bombeiros e guardas civis metropolitanos começam a ser vacinados. A meta é vacinar todos os integrantes de forças de segurança que estão na ativa.

Conforme informações obtidas pela reportagem, na região, deverão ser vacinados 620 agentes de segurança. O número considera a área de abrangência do O CPI-10 (Comando de Policiamento do Interior), que tem sob o seu comando dois batalhões. O 2° BPM/I, com sede em Araçatuba, tem sob o seu Comando cinco companhias. Além da cidade sede, elas ficam em Penápolis, General Salgado, Birigui e Guararapes.

O montante a ser imunizado abrange, além das cinco companhias, funcionários do Canil, BAEP, Força Tática, Setor administrativo do CPA-10 e do 2° BPMI. Essas Unidades são responsáveis pelo Policiamento Ostensivo e Preventivo em Araçatuba e região.

“Desde o início da pandemia, nós potencializamos a atividade policial e nos submetemos à elevadíssima exposição”, afirmou o secretário de Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, também em nota à imprensa. “A vacina aos policiais, guardas civis e agentes penitenciários chega como uma benção.”

CALENDÁRIO

A data para o início do cadastro para os profissionais da Educação e das forças de Segurança Pública será divulgada nos próximos dias. Os formulários estarão disponíveis no site Vacina Já

“São Paulo é o estado que mais vacina no Brasil, com velocidade, eficiência e um programa estadual bem elaborado na logística e ação coordenada com as prefeituras”, afirmou o governador. “É isso que está permitindo uma vacina efetivas, eficiente, sem perdas e com velocidade”, acrescentou.

 

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Segue hoje drive-thru de arrecadação de alimentos para campanha “Ajude Já” da Clube FM e Jovem Pan

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES Após o primeiro dia de doações na sede das emissoras Clube …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *