PRIMEIRA - Momento em que a auxiliar de enfermagem Joana Darc recebeu dose da CoronaVac - DIEGO FERNANDES

Histórico: Araçatuba tem primeira profissional de saúde vacinada contra o coronavírus

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Quarta-feira, 20 de janeiro de 2021. A data entrou para a história do município de Araçatuba. Após 294 dias do início da pandemia de covid-19 na cidade, ocorrido em 30 de março de 2020, quando o município registrou o primeiro caso confirmado da doença; a primeira moradora da cidade foi imunizada com a CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

A primeira dose da vacina foi aplicada na auxiliar de enfermagem do SAMU, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Joana Darc Lopes Faria, de 53 anos, que há 20 anos trabalha na área da saúde. O ato de vacinação de Joana ocorreu na própria sede do SAMU, localizada ao lado do pronto-socorro municipal.

Entrega de vacinas começou cedo na região

Ao longo de todo a quarta-feira, a expectativa foi grande pela chegada das doses da CoronaVac em Araçatuba. Conforme o jornal O LIBERAL REGIONAL havia divulgado em sua edição de ontem, 11 mil doses da vacina chegaram na madrugada deste domingo a Araçatuba e permaneceram sob escolta policial na sede do CPI-10, o Comando de Policiamento do Interior.

As doses chegaram ao município, vindas de São Paulo (SP), em um caminhão personalizado e equipado com a refrigeração adequada para o armazenamento do imunizante.

Pela manhã, por volta de 8h, as vacinas deixaram o CPI-10 com destino a Penápolis, o primeiro dos municípios da DRS II, a Diretoria Regional de Saúde de Araçatuba, a receber o imunizante, que chegou por volta das 9h. Em Penápolis, foram deixadas exatas 840 doses para imunização de profissionais de saúde.

Logo depois, o município de Birigui também recebeu a sua carga de vacinas. O carregamento chegou por volta de 11h à sede da secretaria de saúde do município, com 1.320 doses entregues.

O caminhão passou por Araçatuba e chegou até Guararapes, que foi o terceiro munícipio a receber as vacinas na região. As doses foram entregues na UBS Dr. Norman Storto, conhecida como Postão, para vacinação de profissionais que atuam em diversos seguimentos da saúde. Foram 320 doses.

Com isso, em Araçatuba, o caminhão com as doses descarregou a caixa com as vacinas na sede da Vigilância Epidemiológica logo após às 14h. A previsão de chegada era para 13h, mas por conta do atraso, o momento do primeiro ato de vacinação, que estava marcado para as 15h, acabou sendo adiado para 17h.

Primeira vacinada é auxiliar de enfermagem do SAMU

Depois que foi feita a contagem das 3.640 doses da CoronaVac destinadas ao município de Araçatuba, uma delas foi deslocada para a sede do SAMU, para a primeira vacinação.

Durante o ato de vacinação, além da auxiliar de enfermagem Joana Darc, a primeira vacinada do município, e da enfermeira chefe da Vigilância Epidemiológica, Priscila Cestaro, que aplicou a vacina, estiveram presentes vários vereadores, a vice-prefeita Edna Flor (Cidadania), e diversos membros da imprensa local.

Às 17h15, após uma cerimônia inicial rápida, enfim, Araçatuba pode acompanhar o início oficial da vacinação contra a covid-19 no município. A auxiliar de enfermagem Joana Darc tirou o jaleco do SAMU que utilizava e recebeu no braço esquerdo a primeira das duas doses previstas da CoronaVac.

Joana Darc prega calma por vacinação em massa

Em entrevista aos órgãos de imprensa presentes, Joana brincou afirmando que sentiu pouca dor ao receber o imunizante e ressaltou a importância do início da vacinação e da conscientização da população para que se imunize. Recomendou também que a população não se desespere, já que as primeiras doses que chegaram ao município são para imunização, primeiramente, dos profissionais da saúde.

“Tenha paciência, vai fazendo sua proteção, evite aglomeração, faça uma alimentação boa, adequada, um descanso, para que no dia da sua vacinação você esteja pronto para ser imunizado contra a covid-19”, afirmou a auxiliar de enfermagem à imprensa.

Ao falar de forma exclusiva com a reportagem da Clube FM 96,3 e do jornal O LIBERAL REGIONAL, Joana Darc revelou que não foi infectada pela covid-19 e que seguiu todos os protocolos para evitar sua própria contaminação e de sua família. A auxiliar de enfermagem do SAMU possui comorbidades como asma e hipertensão e, também por isso, tomou todos os cuidados necessários para evitar a infecção.

Joana Darc falou com esperança ao afirmar que acredita que a vacinação contra o coronavírus pode significar o início do fim da pandemia, e será obrigatória e entrará no calendário de vacinação anual.

“Assim como outras epidemias assolaram o mundo, esse foi um grande passo e um grande avanço tecnológico, graças primeiramente a Deus, que deu conhecimento aos cientistas para que desenvolvessem uma vacina tão importante para que chegasse até nós. Creio que a covid-19 se tornará mais uma doença, como a gripe, com a Influenza, que ano a ano haverá outras vacinas”, disse.

Ela também completou fazendo um alerta para a população para que não caia em “boatos” contra a vacina e que pensem na saúde em primeiro lugar.

“Que todos venham fazer parte, não dando boatos a conversas alheias (sic), mas pensa na sua saúde, e na saúde da sua família, e de todos aqueles que você ama à sua volta”, completou a auxiliar de enfermagem do SAMU de Araçatuba, Joana Darc.

Próximos passos em Araçatuba

AS 3.640 doses da CoronaVac destinadas a Araçatuba ainda não são suficientes para a imunização de todos os profissionais de saúde do município. De acordo com a secretaria de saúde, há cerca de 9 mil trabalhadores na área em Araçatuba atualmente.

Por causa disso, as primeiras doses entregues no dia de ontem serão priorizadas para profissionais que correm mais riscos, dentre eles, os que estão na linha de frente do combate à pandemia.

Nesta quinta-feira, a previsão do município, é de que todas as unidades de saúde de Araçatuba já estejam com as doses da CoronaVac até o meio-dia.

Há a promessa do governo do estado de São Paulo de envio semanal das remessas da vacina, planejamento que pode, porém, sofrer mudanças, a depender do Ministério da Saúde, que assumiu a logística da vacinação no país.

Demais doses

O último município a receber as doses da CoranaVac foi Andradina, que ficou com 960 doses também para a imunização de profissionais de saúde. Outras 3.900 doses foram destinadas a trabalhadores da área nos municípios com menos de 30 mil habitantes que fazem parte da DRS II.

 

ENTREVISTA – Joana Darc acredita que vacina da covid-19 fará parte do calendário de vacinas anual – DIEGO FERNANDES
CHEGADA – Vacina contra a covid-19 chegou em Araçatuba pouco depois das 14h – DAVID PRATES
DOSES – Caixa com 3.640 doses foi entregue na Vigilância Epidemiológica do município – DAVID PRATES

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Fase vermelha começa hoje em SP e empresários de Araçatuba já se preparam para possível prorrogação

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Tem início hoje a fase vermelha em todo o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *