RIGIDEZ - Governador João Dória (PSDB) ao lado dos secretários durante coletiva em que anunciou a fase emergencial

Fase emergencial a partir desta segunda: Confira o que funciona e o que não funciona

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Para tentar conter os casos de covid-19, além das internações e mortes, que vem crescendo em todo o estado, todos os munícios paulistas iniciam a partir desta segunda-feira a fase mais restrita da pandemia desde o seu início no ano passado.

Com mais de 87% dos leitos de UTI ocupados até este sábado (13), a expectativa é que a maior restrição nos serviços aumente o índice de isolamento nos municípios e, consequentemente, o contágio do vírus.

Em Araçatuba, o decreto municipal segue rigorosamente as diretrizes do estado através do Plano São Paulo e na sua fase emergencial, com a proibição de atendimento presencial para retirada de produtos em bares, restaurantes e lojas de materiais para construção, além da interdição de parques e da prainha municipal.

No município, as praças públicas também serão interditadas, bem como outros espaços públicos que costumam gerar aglomerações, principalmente aos finais de semana.

Entre os serviços essenciais, espaços como supermercados, padarias, açougues, quitandas, dentre outros, só poderão funcionar até 20h, quando começa o toque de recolher, que vai até 5h. No período de abertura, só será permitida uma pessoa a cada 20 metros quadrados de área de venda.

Com isso, alguns supermercados de Araçatuba estão recomendando que apenas uma pessoa de cada família vá ao local para a realização das compras, evitando o maior número de pessoas dentro dos estabelecimentos.

Como os cultos religiosos estão proibidos, na última sexta-feira, o bispo Dom Sérgio Krzywy, da Diocese de Araçatuba, assinou decreto que já paralisou as celebrações de missas em todas as 19 cidades já desde sábado. Também foram suspensas todas as atividades pastorais, de grupos e movimentos públicos presenciais.

“Os sacerdotes devem realizar a celebração da Santa Missa mesmo sem público, motivando os fiéis a acompanharem virtualmente pelas redes sociais, plataformas digitais e meios de comunicação”, diz trecho do decreto episcopal que garante que as paróquias seguirão realizando as missas on line.

Há ainda a recomendação para que as pessoas não circulem durante o toque de recolher, a não ser para o desenvolvimento de serviços essenciais ou por motivos de trabalho.

Os postos de combustíveis seguirão funcionando normalmente, incluindo as lojas de conveniência, bem como os órgãos de saúde e segurança, que não podem sofrer interrupção.

As repartições municipais adotarão o teletrabalho e o atendimento ao público ocorrerá basicamente pelo telefone ou com horário agendado.

Uma semana

Neste sábado (13), completou-se a primeira semana da fase vermelha, que havia sido anunciada pelo governo estadual no último dia 3 de março, como medida de combate ao aumento de casos de coronavírus nas regiões paulistas.

Inicialmente, o período iria até o dia 19 de março, porém, com a fase emergencial, o decreto estadual que instituía a fase vermelha passa a não ter mais validade.

Mesmo assim, comércio, shoppings, bares e restaurantes seguirão fechados na nova fase emergencial ainda mais restrita do Plano São Paulo. A previsão inicial é que o período dure as próximas duas semanas, com intenção de encerramento no dia 30 de março.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Segue hoje drive-thru de arrecadação de alimentos para campanha “Ajude Já” da Clube FM e Jovem Pan

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES Após o primeiro dia de doações na sede das emissoras Clube …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *