Home Cidades Araçatuba Família pede doação de sangue à criança diagnosticada com leucemia

Família pede doação de sangue à criança diagnosticada com leucemia

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

É com a voz embargada e o olhar perdido que Reinaldo Guillem conta a história de sua vida e de sua família. Há três meses, todos foram pegos de surpresa com a notícia de que a filha mais velha, a pequena Geovana Guillem, de nove anos de idade, foi diagnosticada com leucemia. Por isso, ele pede a ajuda, já que a criança precisa de doação de sangue e até mesmo de um doador compatível de medula.
A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL conversou com o pai de Geovana. Ele deu detalhes da situação que todos enfrentam. A descoberta da doença ocorreu após a menina cair de um balanço. “Ela caiu do balanço, fraturou o braço e foi difícil de sarar. Depois, nós descobrimos quatro fraturas na coluna e chegou uma hora que ela nem andava mais. Nos exames realizados por conta dessa queda, as gente descobriu a doença”, contou.
Desde maio, não só a Geovana travou uma batalha, mas toda a família. Eles moram em Penápolis, mas o tratamento acontece no CTO (Centro de Tratamento Oncológico) da Santa Casa de Araçatuba. Por isso, quase todos os dias, eles têm que viajar. O Reinaldo é autônomo e está sem trabalhar desde então. A situação financeira fica cada vez mais difícil.
“Não é fácil a gente vir praticamente todos os dias para cá (Araçatuba). Às vezes ficamos dois, três dias em casa e tem que correr para o hospital. Como moramos em Penápolis, fica difícil, é muito gasto”, revelou.
FORA DE CONTROLE
A doença de Geovana ainda não foi controlada, por isso ela precisa constantemente de doação de sangue, já que o nível de plaquetas, por exemplo, cai de repente. O tipo sanguíneo dela é A+, mas ela aceita, também, o tipo O+. O pai implora por ajuda.
“Às vezes, a gente precisa de doadores de sangue. Além disso, também precisamos de doador compatível de medula para realizar o transplante. A gente pede que as pessoas venham até o hemocentro de Araçatuba fazer a doação de sangue e de medula. Isso daí salva vidas, inclusive a da minha filha”.
Ver a filha nessa situação não é nada fácil. Mas, o Reinaldo tem a esperança de que, com a ajuda de todos, a filha irá vencer a luta contra o câncer. “Deus dá aa força pra gente, porque não é fácil não. Ver um filho da gente passando uma situação dessa é de cortar o coração e não podemos fazer nada, porque a vida depende de outra vida”, concluiu com os olhos cheios de lágrimas.
DOAÇÃO
As doações de sangue e até mesmo o teste de verificação de compatibilidade de medula podem ser realizadas no hemocentro de Araçatuba, que está localizado na Avenida Arthur Ferreira da Costa, número 330, no bairro Aviação, ao lado do Hospital da Mulher. É só comparecer ao local e falar que a doação será feita para a Geovana Guillem.
O atendimento no local acontece de segunda a sexta-feira, das oito da manhã às 17h. Aos sábados, as doações podem acontecer das sete às 11h. O único documento exigido é o RG ou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação).


Compartilhe esta notícia!