DECISÃO - Unisalesiano, por exemplo, só emitirá comunicado sobre possível retorno após o dia 20

Faculdades de Araçatuba ainda vão definir sobre retorno das aulas presenciais

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Algumas instituições particulares de ensino superior de Araçatuba ainda vão decidir sobre a volta das aulas presenciais, liberada pelo governador João Dória (PSDB) em entrevista coletiva concedida na última quarta-feira (7).

Em contato da reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, parte delas ainda não bateram o martelo sobre o retorno dos alunos às dependências das instituições. Cada instituição, particularmente, deve comunicar seus alunos sobre o retorno ou não.

Os cursos relacionados à área da saúde como medicina, veterinária, farmácia, fisioterapia, dentre outros, já estavam realizando, desde o ano passado, aulas práticas presenciais, conforme liberação de decreto estadual. Agora, a decisão de volta às aulas com até 60% da capacidade das instituições e salas de aula é válida para todos os cursos a partir do início do segundo semestre.

O diretor regional da UNIP de Araçatuba, Hélio Negri – que comanda aos domingos o “Programa Hélio Negri” na Clube FM 96,3, afirmou que a instituição irá definir sobre a volta às aulas presenciais de forma unilateral, em reunião com diretores de todos os municípios onde a instituição está presente.

“A gente sempre aguarda decisão do governo, a reitoria analisa a decisão e em função dela vai tomar as providências. Esta nova decisão vai demandar uma verificação das condições mais apropriadas, sempre priorizando a saúde das pessoas ligadas à rotina escolar. Devemos ter uma reunião de diretores e em seguida teremos as decisões. São decisões mais demoradas porque temos várias unidades”, contou Hélio Negri em contato com a reportagem.

Já o presidente licenciado e curador da FEA, Fundação Educacional de Araçatuba, Celso Mendes Gardinal, afirmou que na próxima segunda-feira (12) está marcada uma reunião com diretores da fundação para definir como se dará a volta as aulas, mas ele garante que a instituição já está preparada para receber os alunos.

“Teremos uma reunião segunda-feira. Capacidade pra voltar a gente tem, mas a gente vai definir como vai fazer nesta reunião de semana que vem”, afirmou Celso Gardinal.

Já o Unisalesiano informou, através de sua assessoria de imprensa, que deve divulgar um comunicado oficial sobre o retorno, ou não, das aulas presenciais após o dia 20 de julho. O comunicado deverá seguir as determinações do governo estadual.

No caso do Unitoledo, a única confirmação é a volta das aulas presenciais dos cursos da área da saúde para o segundo semestre. Porém, a partir desta decisão do governo do estado proferida nesta semana, a direção da instituição deve definir uma posição sobre os demais cursos na próxima semana.

A unidade da Unesp de Araçatuba, que abriga cursos de odontologia e veterinária, por ser a única do município que é administrada pelo próprio estado, seguirá a liberação do governo estadual e retornará com atividades teóricas de forma presencial com até 60% de capacidade. Aulas práticas de ambos os cursos já estavam sendo realizadas conforme liberação ainda em 2020.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Prefeitos lançam campanha de arrecadação para a Santa Casa

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – LINS O prefeito de Lins, doutor João Pandolfi e o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *