18 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 10, 2022

Explode a procura por testes de covid na rede pública e particular em Araçatuba

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

O número de testes para covid-19 teve um grande crescimento neste início de ano após o aumento de casos e atendimentos de pessoas com síndromes gripais em Araçatuba.

Por conta disso, alguns locais estão com problema de testagem, como é o caso do Hospital Unimed, que anunciou em comunicado que os exames RT-PCR estão em falta.

O hospital, por exemplo, teve 1.258 pessoas que procuraram o local para atendimento nesta semana, sendo que mais de 300 testaram positivo para a covid-19. Mesmo com a falta do teste RT-PCR, a testagem rápida com antígeno tem sido realizada. O aumento registrado pelo hospital nos atendimentos do tipo foi de 238%.

A Unimed está instalando novos contêineres para o atendimento de pacientes com síndromes gripais, com a intenção de separá-los dos demais pacientes que procuram atendimento na unidade. Também foi feito o aumento da equipe assistencial da unidade.

Já os laboratórios também registraram crescimento. Um dos primeiros locais a ser credenciado para a testagem no início da pandemia em 2020, o Laboratório São Paulo tem feito cerca de 300 testes de covid-19 por dia, um aumento de 100% em relação à procura no mês de dezembro.

O Laboratório Mastelline, de Araçatuba, também foi outro a registrar alta na procura. Nesta semana, a direção do local anunciou a compra de mais testes para as unidades de Araçatuba, Guararapes e Andradina, devido ao crescimento no número de clientes na primeira semana do ano.

No Pronto-Socorro Municipal, o número de testes feitos por dia está na média de 200, segundo o médico Carlos Mori, responsável pela unidade de saúde. Isso é muito mais do que os 25 testes que eram realizados em média até a semana do Natal.

Segundo a direção do local, ainda não há falta de testes RT-PCR, porém, novos kits foram encomendados para chegar nos próximos dias.

Causa

As festas de final de ano ajudaram no aumento dos casos de síndromes gripais, de acordo com a OMS, a Organização Mundial de Saúde. Ainda antes do Natal e do Ano Novo, a organização recomendou os cuidados para as datas como o uso de máscaras, a higienização das mãos e do ambiente e, se possível, o distanciamento.

 

 

Ultimas Noticias