18.9 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 16, 2022

Estado vai investigar furto de merenda em escola de Araçatuba

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo informou que vai abrir sindicância para apurar o caso das merendeiras que foram presas em Araçatuba, acusadas de desvio de alimentos que seriam utilizadas na preparação das refeições dos alunos.

Na última quarta-feira (12), quatro funcionárias da Escola Estadual Arthur Leite Carrijo, que fica no bairro Umuarama, na zona leste de Araçatuba, foram presas pela Polícia Militar após confessarem terem furtado os alimentos enviados pela pasta da educação do estado para os alunos da unidade.

As funcionárias haviam colocado os alimentos em uma caminhonete S-10 e, após a abordagem, confessaram que sempre costumavam repartir os alimentos entre elas com receio de que estragassem. 

Segundo elas, a direção da escola sabia da prática, o que foi negado pelo diretor e pelo vice-diretor em depoimento na delegacia. Foi registrado um boletim de ocorrência na Polícia Civil. 

Os policiais receberam denúncia anônima e ao chegarem ao local encontraram alimentos como macarrão, alho, ovos, além de diversas frutas, já dentro da carroceria da caminhonete. 

As quatro merendeiras foram presas por furto e foram encaminhadas para o Centro de Detenção Provisória de Tupi Paulista. 

Com a investigação aberta por parte da secretaria de educação, a pasta informou que vai tomar providências administrativas com urgência e já ordenou o afastamento das quatro merendeiras do cargo. 

Atualmente, a escola conta com 430 estudantes e fornece alimentação para crianças e adolescentes para alunos matriculados

15

Ultimas Noticias