O Governador do Estado de São Paulo João Doria durante Coletiva de Imprensa da Área do Governo e da Área da Saúde. Dia:22/02/2021 Local: São Paulo/SP Foto: Governo do Estado de São Paulo

Estado deve anunciar novas restrições amanhã, mas Araçatuba tem expectativa de ficar na fase amarela

Compartilhe esta notícia!

O governo do estado de São Paulo deverá endurecer já nesta quarta-feira (24) as restrições impostas pelo Plano São Paulo depois de registrar o maior número de pacientes com Covid-19 internados em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) desde o início da pandemia. Até essa segunda-feira (22) eram 6.410 pessoas hospitalizadas nessas condições. Apesar disso, a região coordenada pela DRS (Departamento Regional de Saúde) de Araçatuba apresentava situação tranquila em números de internações em enfermarias e UTIs, o que traz a expectativa de que a área continue na fase amarela.

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, o secretário-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus, João Gabbardo, disse que no pico da pandemia, em julho do ano passado, o estado registrou 6.257 pacientes em UTIs. Para ele, os pacientes têm sido internados em condições piores, já que estão permanecendo mais tempo em nos leitos do tipo.

Por conta disso, o Comitê já estuda endurecer as regras o mais rápido possível. O anúncio será amanhã. “São recomendações que, obviamente, vão tratar da redução da mobilidade, redução da movimentação de pessoas e é o que a gente pode fazer nesse momento para reduzir a transmissibilidade”. As novas medidas que serão anunciadas devem começar a valer já na sexta-feira (26).

Em relação à última semana, o estado teve aumento de 5,6% na média diária de novas internações. Já a ocupação de leitos de UTI é de 67,9%. Ainda durante a entrevista coletiva, o governador João Doria informou que na sexta também será anunciado um novo calendário com as próximas etapas de vacinação por faixa etária no estado.

REGIÃO

Na região de Araçatuba, a situação é tranquila em comparação com outras áreas do estado, mas ainda assim exige atenção. Boletim sobre a Covid-19 atualizado na tarde dessa segunda-feira mostrava que a regional tinha uma média de 10,1 mortes por cem mil habitantes nos últimos 14 dias. Nas últimas duas semanas, 31,5 internações foram contabilizadas a cada cem mil habitantes. A ocupação de leitos de enfermaria nos hospitais registrava índice de 35% e os de UTI, 56,4%.

A cidade de Araçatuba registrou três novas mortes no fim de semana. Os pacientes estavam internados na Santa Casa. A primeira morte ocorreu na tarde de domingo (21). O paciente de 86 anos estava internado desde o dia 13 de fevereiro. A segunda morte foi algumas horas depois. Um idoso de 93 anos não resistiu após cinco dias internado. A última morte foi contabilizada na manhã de segunda. O homem de 72 anos estava hospitalizado desde o dia cinco de fevereiro.

Cem novos casos de Covid-19 foram registrados desde sexta-feira na cidade. O que chama mais a atenção é que 12 novas internações também foram contabilizadas, dez destas no Hospital Unimed e as outras duas na Santa Casa. Esta, tinha 50 pacientes internados até o fechamento dessa edição, quatro a mais do que na segunda-feira passada, dia 15 de fevereiro. O índice de ocupação dos leitos disponíveis até ontem era de 52%.

Já o Hospital Unimed tem 27 pacientes hospitalizados com suspeita e confirmação da doença, três a mais do que há uma semana. Destes, 14 estão na UTI, incluindo uma criança e 11 encontram-se intubados e em ventilação mecânica.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Eva Vilma morre de câncer, aos 87 anos, em SP

Compartilhe esta notícia!Aos 87 anos, morreu na noite desse sábado (15), em São Paulo, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *