Em Birigui, mulheres representam maior número de vítimas fatais

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A mesma tendência de mais mortes e menos casos de covid-19 entre os homens é observada nos outros principais municípios paulistas da área de cobertura do SRC, como Andradina e Lins. Já em Birigui, apesar da letalidade para homens também ser maior, as mulheres representam o maior número dos casos fatais da doença.

Lins

Em Lins, dentre os 54 óbitos por covid-19 contabilizados pelo governo do estado, 32 são de homens, ou 59% do total, sendo que pacientes do sexo masculino são apenas 46% do total de 3.371 casos, foram 1.566 homens infectados. O índice de letalidade ficou em 2%.

Já entre as mulheres esse índice cai para 1,2%, com 22 óbitos – 41% do total – e 1.805 casos, o que representa 56% do total de infectados na cidade.

Andradina

Em Andradina, segundo o estado, morreram 75 pessoas pelo novo coronavírus, sendo que 42 são homens, ou 56%, e 33 são mulheres, 44%.

Na cidade, os casos entre mulheres também são a maioria, com 1.095 dos 2.138 infectados, ou 51% do total. São 1.043 homens que pegaram a doença, representando 49%.

O índice de morte pela covid-19 fica em 4% entre os homens, enquanto entre as mulheres está em 3%.

Birigui

Dentre as cidades analisadas pela reportagem, Birigui é a única que tem mais mulheres do que homens entre as vítimas fatais da covid. De acordo com o estado, o município tem 116 mortes contabilizadas, sendo que 59 são de mulheres, ou 51% do total, e 57 são de homens, ou 49%.

Dentre os 4.202 infectados contabilizados pelo estado, 2.368 são mulheres – 56% – e 1.833 são homens – 44% -, o que faz com que a letalidade também seja maior para o público masculino, com 3,1% de homens infectados que foram a óbito, contra 2,5% de mulheres na mesma situação.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Banco de Sangue de Araçatuba convoca doadores

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O Banco de Sangue de Araçatuba faz um apelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *