MOVIMENTO - Clientes procuraram mais as lojas durante a semana toda; movimento hoje deverá ser maior

“É o melhor dia do ano para fazer compras”, diz representante de entidade lojista sobre a Black Friday

Compartilhe esta notícia!

 

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Com promoções em lojas de roupas, acessórios, ópticas, concessionárias, eletrodomésticos, eletrônicos e até em supermercados, a Black Friday já ganhou status de principal dia do ano para as compras. É a opinião de Gener Silva, presidente do Sincomércio de Araçatuba. Para ele, o dia de hoje é quando o consumidor pode comprar pela simples oportunidade de conseguir um produto por menos preço.

“O interesse é de maneira geral, tem gente que está esperando até preço de carro em concessionário, tem amigo meu que está esperando a Black Friday para comprar pneu, não se trata de compra de presentes, mas de oportunidades, tem loja meia doida aí dando 50% de dependendo do produto. É o melhor dia do ano para fazer compra, os descontos são altíssimos”, afirmou Gener Silva.

Ao citar os descontos, o dirigente foi até modesto. Em rápida passada pelo calçadão de Araçatuba, a reportagem constatou anúncios de descontos de até 80% em algumas lojas. Os estabelecimentos de rede decoraram seu interior com bexigas pretas e com placas e em uma delas inclusive os vendedores estão utilizando uniformes alusivos à “Black Friday”.

Mas como lojistas podem fazer descontos tão grandes nos preços dos produtos? Fizemos esta pergunta ao empresário Guilherme Vilela, de Araçatuba, e, segundo ele, o que mais as empresas buscam nesta data é o lead, que na linguagem do marketing significa oportunidade de negócio.

Vilela, que possui loja física na cidade e virtual através de um site, afirma que é mais importante nesta data chamar o consumidor do que obter grande margem de lucro em cima das vendas.

“Neste dia, as empresas não estão visando margem, as empresas estão visando lead, estão visando novos consumidores, novos clientes, então as margens realmente quebram e vão lá pra baixo. Não é que o pessoal está diminuindo margem, o pessoal nem está tendo margem, quando se fala em até 80% de desconto, com certeza tem produtos aí que o empresário está pagando para o cliente levar”, afirmou o empresário.

Para Vilela, todas as lojas precisam fazer alguma ação na Black Friday. Em sua loja, haverá promoções em produtos e em lanches, que serão comercializados ao longo do dia no estabelecimento.

“Eu acho que todo mundo, o comerciante, o varejista, o industrial, por mais que o cara faz a semana Black Friday, o mês Black Friday, ele tem que fazer alguma coisa no dia específico, que é amanhã (hoje), mesmo que seja pequeno, médio, grande, todo mundo tem que participar de alguma maneira, nem que for uma maneira singela”, opinou Vilela.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Homem agride mulher no motel e é preso pela PRF na BR 153

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO Na madrugada desta segunda-feira (8), a PRF prendeu um homem por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *