REPÚDIO - Frente Parlamentar Cristã da Câmara repudia manifesto contra leitura da Bíblia

Discussão com manifestantes sobre leitura da Bíblia marca reunião parlamentar

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A sessão da Câmara Municipal da última segunda-feira (5) foi marcada por uma confusão causada por manifestantes que foram ao plenário protestar contra a leitura da Bíblia Sagrada e contra o uso da frase “Sob a Proteção de Deus” durante as sessões ordinárias do legislativo.
Com alguns deles utilizando camisas do PSOL, cerca de 10 manifestantes interromperam por diversas vezes as falas de vereadores e causaram algumas interrupções nas sessões. O vereador Antônio Edwaldo Dunga Costa (DEM) se exaltou e chegou a discutir com alguns deles, precisando ser acalmado por colegas no plenário. Neste momento, o som da transmissão oficial da sessão foi cortado.
Mais tarde, durante explanação, o vereador Lucas Zanatta (PV) causou a ira de manifestantes ao dizer que os ideais do partido representado pelos manifestantes são contrários aos valores cristãos.
“Quando a gente observa o autor (do movimento), é difícil acreditar que é uma questão puramente preocupada com a laicidade, até porque os valores do partido são antagônicos com a tradição cristã”, declarou Lucas Zanatta.
Durante a explanação sobre o tema, os parlamentares aprovaram por 12 votos a 1 um requerimento de repúdio ao manifesto, assinado pela Frente Parlamentar Cristã, composta pelos vereadores Maurício Bem Estar (PP), Arnaldinho (Cidadania) e Coronel Guimarães (PL). O único voto contrário foi do vereador Wesley da Dialogue (Podemos).
“O Estado laico não significa o Estado sem religião. Ao contrário, o Estado laico defende a liberdade religiosa”, explicou Maurício Bem Estar.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Shopping faz entrega de mil exemplares de livro em escolas e entidades de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Como parte da programação do mês das crianças, a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *