INICIATIVA - Projetos devem contribuir para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Iguá lança edital de R$ 1,1 milhão para projetos socioambientais

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

A Iguá, uma das maiores empresas de saneamento do Brasil e controladora da Águas Andradina e Águas Castilho junto com a Sabesp, lançou um edital de R$1,1 milhão para patrocínio de projetos socioambientais. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento econômico de regiões em situação de vulnerabilidade próximas às operações da concessionária nos estados de Alagoas (Arapiraca e região), Mato Grosso (Alta Floresta, Canarana, Colíder, Comodoro, Cuiabá e Pontes e Lacerda), Paraná (Paranaguá), Santa Catarina (Itapoá) e São Paulo (Andradina, Atibaia, Castilho, Guaratinguetá, Mirassol, Palestina, Piquete e Suzano).
Podem ser inscritos projetos novos ou em andamento, com foco em temas que contribuem para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU: educação, meio ambiente, geração de trabalho e renda, além das temáticas relacionadas à cultura, esporte, empreendedorismo, segurança hídrica e resíduos.
As iniciativas devem estar enquadradas nas leis federais de Incentivo à Cultura e ao Esporte. A participação é gratuita e as inscrições estão abertas até 29 de outubro, às 16h, pelo site http://www.igua.com.br/edital.
A companhia vai selecionar projetos sociais que se relacionem com as frentes de seu plano estratégico de sustentabilidade, o SERR, que visa transformar a empresa em referência em questões ESG no saneamento, no mundo. O plano é constituído por quatro pilares essenciais que orientam as ações em todas as unidades operacionais da Iguá: Segurança hídrica, Eficiência na produção e distribuição de água, Responsabilidade na coleta e tratamento de esgoto, e Respeito às pessoas.
“Com este edital, reforçamos nosso comprometimento com questões de responsabilidade social e iniciativas que contribuem para um futuro mais sustentável”, afirma o gerente de Responsabilidade e Transformação Social, Rafael Botelho.

Sustentabilidade como eixo do negócio
O plano estratégico de sustentabilidade da companhia é transversal e congrega programas e projetos sustentáveis, orientados para a entrega de resultados.
Baseada nesta premissa, a Iguá assumiu neste ano o compromisso público de diminuir as emissões de CO2, avançando na construção do plano “Carbono Neutro”, que irá nortear ações para descarbonização total do negócio até 2030. A medida contribui diretamente para o ODS 13, do Pacto Global da ONU, que trata da redução de emissões e dialoga com a meta de limitar o aumento da temperatura do planeta a 1,5°C nas próximas décadas, estabelecida no Acordo de Paris.
Recentemente, a companhia também passou a integrar a Green Bond Transparency Plataform (GBTP), plataforma do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que permite a investidores e à sociedade acompanhar os principais dados e indicadores de desempenho de projetos financiados por títulos verdes na América Latina e no Caribe. Foi ainda a primeira empresa do setor a emitir debêntures de infraestrutura sustentáveis (green & social). Os papéis, que totalizaram R$880 milhões, receberam da SITAWI Finanças do Bem o selo de sustentabilidade, em reconhecimento ao seu impacto socioambiental.
Em 2020, a Iguá foi eleita pelo quarto ano consecutivo uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). No mesmo ano, aderiu à Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Organização das Nações Unidas para mobilizar a comunidade empresarial na adoção de princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.
Com o objetivo de reduzir sua emissão de carbono, a Iguá está abolindo o uso de combustíveis fósseis para frotas leves, buscando a eficiência no consumo de energia em equipamentos e o uso de 53,4% de energia renovável em suas concessionárias. “Com o SERR, colocamos foco em conservação de mananciais, busca contínua pelo alcance dos melhores índices de qualidade, tanto para a água tratada, quanto para o esgoto tratado, qualidade de vida e de trabalho dos colaboradores e, principalmente, em nossos clientes, que vivem em comunidades cada vez mais impactadas positivamente pelo saneamento, com redução de doenças, conservação ambiental, valorização econômica e do espaço público”, diz a diretora de Sustentabilidade da Iguá, Rosane Santos.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Em apenas três dias, município reduz faltosos de segunda dose através de mensagens de aplicativo

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – GUARARAPES O município de Guararapes conseguiu em apenas três dias …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *