GUERRA - PM apreendeu grande quantidade de munição, além de armas e explosivos REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO

Denúncia em investigação do ataque a Araçatuba leva PM a  ‘bunker’ com armas e munição antiaérea

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – SÃO PAULO

A partir de denúncia anônima em investigação relacionada ao ataque a bancos em Araçatuba, no dia 30 de agosto e que resultou em três mortos e cinco feridos, a Polícia Militar de São Paulo estourou nessa quinta-feira (7), de manhã, um “bunker” que guardava fuzis, carregadores, munições antiaéreas, armas, granadas e equipamentos de proteção, como coletes, óculos, capacetes, lanternas táticas, dentre outros. Este tipo de material é usado por criminosos em ataques a bancos, caixas eletrônicos e locais que armazenam dinheiro no estado. As informações são do G1.

 De acordo com a Polícia Militar, durante a ação houve confronto e dois suspeitos morreram. A ação com apreensão do material ocorreu em uma chácara na Estrada do Paiol, em Parelheiros, na Zona Sul da capital.

Conforme informações da PM, no bunker, escondido e fechado atrás de paredes, foram encontrados coletes balísticos, uniformes da Polícia Civil, granadas, explosivos, carregadores de fuzis e diversas munições. Foram encontradas também munições antiaéreas, de calibre .50, e de fuzil 7.62mm, além de pistolas e carregadores de fuzis. Como havia explosivos, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado.

A ocorrência foi apresentada na Polícia Federal, na Lapa, 

 

ATAQUES A BANCOS

No início da madrugada do dia 30 de agosto, um grupo fortemente armado invadiu a área central de Araçatuba criando um perímetro de atuação. Pessoas foram feitas de escudos humanos para impedir a aproximação da polícia. Enquanto isso, bandidos agiram nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. Um banco privado foi atingido. A agência da Caixa Federal foi parcialmente destruída.

A ação dos criminosos foi combatida por policiais do Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), cujo quartel foi atacado. Os policiais romperam o cordão de isolamento e enfrentaram os assaltantes durante mais de uma hora. 

Os bandidos estavam em carros blindados e preparados até mesmo para uso de metralhadora .50, capaz de derrubar aeronave.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Speed Park conclui mais uma edição da escolinha de kart

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – BIRIGUI A escolinha de kart é um projeto gratuito, realizado …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *