18.1 C
Araçatuba
quinta-feira, agosto 18, 2022

Cresce o número de eleitores jovens em Araçatuba

 

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Araçatuba registrou um crescimento de 327% no número de jovens eleitores, entre 16 e 17 anos, para as eleições que ocorrem no próximo dia 2 de outubro. 

De acordo com levantamento feito pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL junto aos dados do Tribunal Superior Eleitoral, a cidade ultrapassou a marca dos 1.200 eleitores nesta faixa etária que não possui a obrigatoriedade de votar, o que não ocorria desde as eleições municipais de 2012. 

A cidade possui, segundo o TSE, 1.293 adolescentes que tiraram o título de eleitor e estão aptos a votar no próximo pleito. Isso é 327% a mais do que os 395 que puderam votar nas últimas eleições em 2020. O crescimento é de 260% se comparado à última eleição presidencial, ocorrida em 2018.

O número de eleitores nesta faixa etária vinha em queda pelo menos desde 2012, quando foram 1.230 adolescentes votantes. Em 2014 foram 823, em 2016 foram 710, em 2018 foram 497, e em 2020 foram 395 adolescentes eleitores. 

Atualmente, o número de adolescentes que poderá votar nas eleições representa 0,8% do total do eleitorado de Araçatuba, que é de 153.442 pessoas.

Região

A mesma tendência foi observada nas principais cidades da região. Em Birigui, por exemplo, são 751 eleitores entre 16 e 17 anos para as eleições, um crescimento de 354% em relação ao total desta faixa etária nas últimas eleições, em 2020, que era de 212.

Atualmente, Birigui conta com 89.401 pessoas aptas a votar.

Em Andradina, o número de eleitores no total é de 45.643, sendo 337 adolescentes, bem mais que os 128 das eleições passadas. Já Penápolis está com 371 eleitores menores de 18 anos, sendo que 47.524 podem ir às urnas em outubro.

Brasil

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, em todo o Brasil foi registrado o primeiro aumento de eleitores jovens em 20 anos. 

Em 2002, o eleitorado de 16 e 17 anos havia passado de 1,8 milhão para 2,2 milhões naquele ano, desde então, vinha em queda em todos os anos seguintes com pleito eleitoral.

O número mais baixo foi registrado pelo TSE em 2020, com cerca de 1,4 milhões de pessoas aptas a votar nesta faixa etária. 

Para as eleições deste ano, serão 2.116.781 pessoas de 16 e 17 anos que poderão votar e escolher presidente, governador, deputados estadual e federal e senador.

Especialistas apontam que o fato da Justiça Eleitoral ter se utilizado mais dos canais digitais para comunicação com os jovens fez aumentar o interesse desta faixa etária no pleito. 

Pessoas entre 16 e 17 anos e acima de 70 anos possuem o voto facultativo, tendo a opção de comparecer ou não as urnas em primeiro e segundo turno. 

 

Ultimas Noticias