Covid-19 mata mais homens do que mulheres em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!

DIEGON FERNANDES – ARAÇATUBA

O índice de letalidade da covid-19 em Araçatuba é quase o dobro em homens em relação às mulheres. Os dados foram divulgados pelo Comitê de Contingência da covid-19, através do site do governo do estado.

Os números do estado trazem algumas divergências em relação aos números divulgados pela vigilância epidemiológica de Araçatuba. Segundo a V.E., em seu último boletim, divulgado no final da tarde da última quarta-feira (23), o número de casos confirmados de coronavírus na cidade estava em 9.568 e o número de óbitos estava em 202. Já segundo os números do governo estadual, Araçatuba já chegou a 9.927 casos com 201 óbitos.

Baseado nos números do estado, entre as pessoas que perderam a vida por causa da covid-19 e que moravam na cidade, 58% eram homens e 42% eram mulheres. Foram 117 mortes computadas de pacientes do sexo masculino e 84 de pessoas do sexo feminino.

Já com relação aos casos, o percentual é quase exatamente o contrário. Foram 44% de homens entre os infectados, com 4.388 casos, enquanto as mulheres representam 56% das pessoas que tiveram a covid-19 na cidade, com 5.539 casos.

Com isso, o índice de letalidade da covid-19 em homens araçatubenses está em 2,7%, enquanto em mulheres este índice cai para apenas 1,5%.

Idade

Os números do estado demonstram que os casais fatais ficam mais frequentes em pacientes acima dos 70 anos. De acordo com os dados, quase 80% dos pacientes que morreram acometidos pela covid-19 tinha acima de 60 anos, mas apesar disso, o índice de letalidade para pacientes entre 60 e 69 anos que foram infectados é de 4,5%, quase 3 vezes menos do que o índice entre 70 e 79 anos, que sobe para 12,1%.

O crescimento neste índice é acentuado entre a faixa etária mais idosa. 27,8% dos pacientes entre 80 e 89 anos que pegaram a doença acabaram falecendo, enquanto este índice sobe para 40% entre as pessoas de 90 anos ou mais.

Araçatuba não registra nenhum caso de morte de paciente acometido pelo vírus entre 0 e 29 anos. Esta faixa etária representa quase 25% dos casos registrados. A faixa entre30 e 39 anos tem um índice de letalidade de 0,1%, já que é a que mais tem casos – 22,8% do total – mas representa apenas 1% das mortes já registradas.

Entre os 40 e 49 anos, são 20,3% dos infectados, sendo que entre os óbitos a faixa tem 7%, elevando o índice de letalidade para 0,7%. Entre 50 e 59 anos, são 16,4% dentre o número de casos e 12,4% do número de mortes, com letalidade em 1,5%.

Para ter quase 80% do número de mortes entre os infectados, os idosos de 60 anos ou mais só precisaram representar, até o momento, cerca de 16% dos infectados.

Etnia

Entre os 201 óbitos contabilizados pelo estado por covid-19 em Araçatuba, 89% foram de pacientes que se declaram brancos, quase 6% são pretos e outros quase 5% são pardos.

Entre os casos, 73,5% dos infectados são brancos, 17,4% são pardos, 6,15% são amarelos – não registrando nenhum caso de morte até aqui – e 2,9% são pretos.

Comorbidades

Mais de 50% dos pacientes que faleceram em Araçatuba por complicações causadas pela covid-19, possuíam comorbidades ou doenças pré-existentes como cardiopatia (25,4%) e diabetes (24,9%). Os casos de covid entre pessoas que tinham estas comorbidades está em 11,4% do total.

São registrados ainda 6% de pacientes que faleceram que tinha algum tipo de doença neurológica, 5,5% que eram obesos, 2,5% que tinham pneumopatia, 2% com imunodepressão, 1,5% com asma e 1% com doença renal.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Mais 21 médicos iniciam Residência Médica na Santa Casa de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA A Comissão de Residência Médica (Coreme) e a direção …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *