ARBORIZADO - Condomínios do Vila Madalena possuem, juntos, cerca de 9 mil árvores plantadas

Com construção civil em alta, novo empreendimento residencial já tem 70% dos lotes vendidos

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES -´ARAÇATUBA

A construção civil foi um dos setores que menos sentiu os impactos da pandemia. Empresários do setor afirmam que, mesmo em um momento de instabilidade econômica, o imóvel não deixou de ser um bom investimento, exatamente pela grande chance de valorização, tanto da área como da própria construção.

O empresário Jamil Buchalla, que mantém, dentre outros empreendimentos, o Vila Madalena I – já pronto, com casas em construção e moradores no local – e o Vila Madalena II – lançado no ano passado e que está em fase de implantação -, na zona norte de Araçatuba, projeta um bom período econômico para o setor nos próximos meses, principalmente para o investimento no setor.

“Já já as vacinas vão chegar com mais intensidade. A economia está começando a rodar melhor, o PIB está subindo, então hoje o investimento que tem é esse mesmo (em imóveis), não vai deixar o dinheiro no banco porque não dá rendimento nenhum”, projetou.

Vila Madalena II

De acordo com o empreendedor Jamil Buchalla, cerca de 70% dos lotes do Vila Madalena II já estão vendidos. O local conta com mais de 600 terrenos e está em fase final de acabamento antes de os compradores poderem iniciar as construções no local.

O Vila Madalena II será idêntico ao primeiro residencial e está em fase de implantação, com a previsão de término para dezembro ou janeiro.

O condomínio ocupa uma área de mais de 257 mil metros quadrados, com 44% de lotes agrupados em vilas, proporcionando baixa circulação de veículos e ruas tranquilas. O local também contará com pistas de caminhada, espaço gourmet, quadra de tênis com piso de saibro, quadra poliesportiva, de beach tennis, além de ampla área de lazer.

“Lá já foram feitas galerias, já foi feito água e esgoto, as redes principais, estão fazendo a interligação nos lotes, que em uns 10 dias já termina, e já vamos entrar com sarjeta e o asfalto”, explicou. “Acredito que se tudo correr bem, até dezembro, no máximo janeiro, já estará em condições do sujeito começar a fazer a sua construção lá também”, projetou.

Vila Madalena I

Ao andar por sua propriedade, o empresário se mostra orgulhoso pelos dois grandes empreendimentos imobiliários localizados na Via Olegário Ferraz, próximo ao aeroporto Dario Guarita. De acordo com Buchalla, o condomínio Vila Madalena I cresceu em 8 meses o que havia sido projetado para 3 anos.

Já são aproximadamente 130 casas construídas no espaço, que conta com mais de 500 terrenos, e atualmente já há famílias morando no residencial, bem antes do que se esperava.

“A venda aqui é direta, há muitas pessoas todo dia comprando lotes e nós estamos muito satisfeitos com isso. Só nesta semana, mais 12 plantas foram aprovadas para o início de mais construções”, disse.

Segundo Buchalla, atualmente, apenas no Vila Madalena I estão sendo gerados mais de 500 empregos diretos e indiretos, devido ao canteiro de obras no local, com diversos imóveis sendo construídos.

“Mais de 500 pessoas trabalhando de forma efetiva aqui dentro, isso sem contar carpinteiro, gesseiro, nada disso, são pessoas que estão fazendo as casas. É um verdadeiro canteiro de obras”, disse.

O empresário destaca que não há mais terrenos a venda no primeiro condomínio.

Arborizado

O empresário Jamil Buchalla destaca que os empreendimentos Vila Madalena I e II desenvolvem um conceito diferente dos demais do setor em Araçatuba. Os dois possuem oito ilhas internas com residências, todas com excelente vista, e com áreas de lazer próximas.

“O sujeito que mora aqui ele vai ter oportunidade de abrir a porta de casa, ele não vai dar com um muro, ele vai dar com as plantas, com uma área de lazer gostosa”, explicou Buchalla.

Somando os dois empreendimentos, o empresário projeta que são em torno de 9 mil árvores plantadas nos dois locais, sendo 4 mil no primeiro empreendimento, já pronto e com as casas em plena construção, e outras 5 mil no segundo, que tem previsão de inauguração para o mês de dezembro.

Jamil Buchalla destaca que, apesar do clima quente de Araçatuba, o número de árvores plantadas e a localização dos empreendimentos fazem com que os dois residenciais tenham uma temperatura mais amena.

“O nosso clima exige isso, o sujeito quer sombra. Aqui está na parte mais alta, já tem uma diferença com relação à cidade, aqui já é bem mais fresco, cerca de 3 ou 4 graus melhor, e com essa missão nossa de plantar essas árvores o clima vai ficar melhor ainda”, explicou. “Tem dois engenheiros florestais acompanhando tudo que se passa nesta questão. Nós temos plantas nativas, muita planta frutífera. Dá condições do sujeito fazer uma meditação, fazer uma trilha, e ter uma convivência melhor”, seguiu Buchalla.

Serviço

Os lotes do Vila Madalena II estão sendo comercializados no escritório na avenida Baguaçu, 160; no plantão de vendas no alto da avenida José Ferreira Batista no cruzamento com a avenida Prestes Maia, ou no loteamento do Vila Madalena I.

 

LAZER – Espaços para crianças fazem parte da paisagem


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Adultos a partir de 50 anos começam a ser vacinados hoje

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES  – ARAÇATUBA Araçatuba vai iniciar nesta quarta-feira (16) junto com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *