KITS - Voluntárias fazem a divisão dos alimentos nos kits a serem distribuídos para as famílias

Ceagesp doa 400 kg de alimentos e beneficia 70 famílias de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Em mais um dia de doação de alimentos na CEAGESP, em Araçatuba, ocorrido nesta sexta-feira (27), cerca de 70 famílias foram beneficiadas com aproximadamente 400 kg de verduras, frutas e legumes. O trabalho de distribuição acontece todas as segundas, quartas e sextas no entreposto e beneficia cerca de 100 famílias que moram em bairros próximos ao Ceasa.

Todas as famílias que recebem doações estão cadastradas na Ceagesp e passam por dificuldades financeiras que impedem a compra destes produtos nas mercearias, quitandas e supermercados.

No começo do mês, houve um ato de doação simultâneo em 13 cidades que possuem entreposto da CEAGESP. Os alimentos doados não são comercializados, mas ainda estão próprios para consumo humano. O posto em Araçatuba conta também com uma produção em horta feita em um terreno no próprio espaço, que realiza doações semanais de verduras e legumes.

Alimentos como cebolinha, alface, almeirão, batata, cebola, tomate, beringela, abobrinha, banana, melancia, manga, laranja, dentre outros hortifrutis, todos em boas condições, fazem parte dos kits doados às famílias. De acordo com o gerente operacional da CEAGESP, em Araçatuba, Wanderley Pereira Júnior,

“São alimentos daqui do CEASA, que vem para o pessoal comercializar, são produtos que retorna do mercado e que estão em condições de consumo humano.  É uma coisa que a gente faz que não dá pra atender a cidade inteira, mas dá pra atender o pessoal que a gente cadastra”, explicou Wanderley Júnior à reportagem, na ocasião da doação feita no início deste mês de novembro.

Para famílias interessadas em receber os kits de frutas, legumes e verduras, distribuídas pela Ceagesp, em Araçatuba, Wanderley Júnior informou que o cadastro atualmente está completo, já que não é possível receber mais pessoas para doação para evitar aglomerações nas filas, por causa da possibilidade de contágio pela covid-19.

O gerente da Companhia, porém, afirmou que os interessados podem procurar o banco de alimentos no local para fazer um cadastro para a lista de espera. Será feita uma triagem pela equipe do local e os selecionados passarão por uma entrevista para se conhecer as condições do postulante a beneficiário.

“Pode procurar aqui o Banco de Alimentos e a gente passa uma lista de documentos que ela precisa e depois fazemos uma entrevista com essa pessoa para poder analisar e colocar ela no cadastro e ela participar da arrecadação no momento oportuno”, concluiu Wanderley Júnior.

ENEFÍCIO – Representantes de famílias cadastradas aguardam a vez para receber doação

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Mães voltam a protestar contra o fechamento de escolas

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O mesmo grupo de mães que esteve na noite …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *