Home Cidades Araçatuba Casos de coronavírus mais do que dobram em uma semana

Casos de coronavírus mais do que dobram em uma semana

7 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Em uma semana, mais do que dobraram os casos confirmados de coronavírus em Araçatuba. Conforme boletim divulgado ontem pela Vigilância Epidemiológica do Município, o número de pacientes que obtiveram resultado positivo para a doença já chega a 30, um crescimento de 130% em apenas sete dias. Até o último dia 8, eram 13.

Os números divulgados nessa quarta-feira pelo órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde mostram que, desde o início da pandemia, Araçatuba notificou 253 casos suspeitos. Desse total, 76 deram negativo para o covid-19. Outros 79 aguardam resultados de exames.

A maior celeridades na confirmação, ou não, dos casos pode ser atribuída à contratação, pela Prefeitura, do Laboratório São Paulo, localizado na própria cidade, com o objetivo de acelerar o resultado dos testes. Além desses números, o Município investiga três óbitos que podem estar relacionados com a doença.

Dois dados chamam atenção no levantamento oficial. O primeiro é que, dos 30 pacientes infectados, apenas um é considerado caso importado, ou seja, foi adquirido fora da cidade.

O segundo é que, dentre os contaminados, oito, isto é, menos de um terço, têm mais de 60 anos ou mais. Pessoas nessa faixa etárias são consideradas mais vulneráveis à doença, juntamente com diabéticos e hipertensos.

Em Araçatuba, a maioria dos doentes têm entre 27 e 57 anos de idade.

REGIÃO

Apesar do avanço da doença, observado não só em Araçatuba, como em toda a região, a situação ainda é vista como “dentro da normalidade” pelo DRS (Departamento Regional de Saúde), órgão ligado à Secretaria de Estado da Saúde.

O serviço, que abrange 40 municípios da região, tem feito reuniões frequentes para traçar estratégias de enfretamento da doença mediante o aparecimento de novos casos.

BIRIGUI

Em Birigui, segundo o Departamento de Vigilância Epidemiológica, foram notificados 84 casos. Desse total, seis obtiveram confirmação da doença e 12 foram descartados, já que os resultados dos exames deram negativos.

Quatro mortes foram notificadas, sendo que uma já apontou exame negativo e outras três continuam em investigação, aguardando resultados de exames do Instituto Adolf Lutz, em São Paulo.

PENÁPOLIS

Já em Penápolis, a Secretaria Municipal de Saúde informa que, até ontem, foram notificados oficialmente 33 casos suspeitos de coronavírus. Não há aumento de notificações desde sexta-feira. Até o momento, a cidade registra um óbito confirmado de Covid-19 – homem de 53 anos. Outras duas mortes estão em investigação (dois homens, de 92 e 87 anos). O óbito de um homem de 69 anos foi descartado por exame laboratorial.

Três casos positivos aguardam a contraprova de exame pelo Laboratório Adolfo Lutz. Esses pacientes estão recuperados e já receberam alta hospitalar. Outros oito casos suspeitos aguardam resultado do exame laboratorial. Do total de notificados, 18 foram descartados.

ANDRADINA

Andradina, desde o início da pandemia, já contabilizou 96 casos suspeitos. Desse total, apenas um caso foi confirmado – um homem de 71 anos que teve contato com um paciente suspeito de Birigui. Da quantidade notificada, seis foram descartadas.

LINS

Lins, assim como Penápolis, teve uma morte confirmada pela doença. Na cidade, já foram notificados 23 casos suspeitos, mas apenas um foi confirmado.

TRÊS LAGOAS

O número de casos aumentou também em Três Lagoas (MS). Boletim epidemiológico de covid-19 divulgado ontem traz um novo caso positivo e três novos notificados como suspeitos.

O novo caso positivo trata-se de uma mulher, que está em isolamento domiciliar e teve contato com um dos casos positivos anteriores.

Em comparação ao boletim de terça-feira (14), subiu de 68 para 71 o número de casos notificados como suspeitos para a doença. Desse total, três estão em investigação. Os casos descartados foram para 52 e os excluídos continuam em dois.

NÍVEL NACIONAL

Em todo o Brasil, são 1.736 mortes e mais de 28 mil casos confirmados.


Compartilhe esta notícia!