6.4 C
Araçatuba
quinta-feira, maio 19, 2022

Carlão Pignatari não é investigado pela polícia

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A assessoria do deputado Carlão Pignatari (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, enviou à redação documento emitido pela Polícia Civil de Araçatuba a pedido do parlamentar, citando que ele não é investigado no âmbito da Operação Raio X. O parlamentar foi citado em reportagem sobre interceptações telefônicas nas quais conversa com o médico Cleudson Garcia Montali, preso e condenado a 200 anos de reclusão. Ele foi condenado em processos sobre desvio de dinheiro público por meio de gestões de unidades de saúde.
“O deputado Carlão Pignatari repudia a tentativa eleitoreira de associá-lo a condenáveis desvios de recursos da saúde pública, que tem o único objetivo de tumultuar as investigações em andamento, a qual sabe-se quem é o verdadeiro foco – e não é o deputado”, cita nota da assessoria. Na reportagem publicada ontem, foi citado que o deputado não era investigado.
“O deputado sempre atuou dentro da lei, atendendo ao pedido de prefeitos, para resolver problemas das cidades paulistas e buscar soluções em benefício do povo. Jamais interferiu em qualquer processo de contratação de empresas ou serviços. O parlamentar apoia a irrestrita investigação da operação Raio-X e reitera a correta conduta em sua trajetória parlamentar”, conclui a nota.

 

Ultimas Noticias