14.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

Cachorrinha Lica é submetida à cirurgia no Unisalesiano com equipamento de última geração

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Graças ao investimento em equipamentos de tecnologia de ponta para garantir a qualidade de ensino dos acadêmicos, o Unisalesiano alcança resultados diferenciados e exponenciais.

Como exemplo, a possibilidade de operar uma cachorrinha da raça Fox Paulistinha, chamada Lica, que foi diagnosticada com problemas na vesícula e teria que ser submetida a esse processo em outra cidade de maior porte.

A coordenadora do Hospital Veterinário do Unisalesiano, professora Tatiane Poló, contou que a tutora do animal o levaria para ser operado em Bauru, mas, quando soube da tecnologia existente na Instituição e a única na região, decidiu permanecer em Araçatuba. “Foi feita toda a avaliação na cachorrinha e a cirurgia de colecistectomia foi feita com sucesso”, ressaltou Tatiane, que acompanhou o procedimento. “A nossa paciente segue muito bem no pós-operatório, facilitado pela tecnologia minimamente invasiva.”

Ela explicou que, nas quartas-feiras, acadêmicos dos Cursos de Medicina e Medicina Veterinária se juntam para participar das aulas práticas de videocirurgia. “Dentro da legalidade exigida pelo Comitê de Ética, as atividades são feitas com a presença de docentes médicos e cirurgiões de ambos os cursos”, completou. Participaram vários profissionais neste cirurgia, dentre eles: a médica veterinária, doutora Tatiane Poló; a médica-cirurgiã, docente do Curso de Medicina e responsável pelo Departamento de Videolaparoscopia, doutora Isabela Walder Galiano; e o médico veterinário cirurgião, doutor Renato Tavares Conceição.

Tatiane analisou a transformação positiva dos cursos do Unisalesiano com a metodologia ativa e investimentos em infraestrutura e pessoal. “Essa possibilidade de integrar o conhecimento entre Medicina e Veterinária traz muitos benefícios, principalmente, aos acadêmicos, que atuam na saúde integral”, frisou.

 

AGRADECIMENTO

 

A professora Valéria Cristina de Oliveira, que dá aulas no Unisalesiano, disse que só tem a agradecer o cuidado e carinho com que todos do Hospital Veterinário trataram Lica, que tem um ano e nove meses. “Ela está ótima, nenhuma complicação no pós-operatório e incisões muito pequenas”, comentou.

 

ÚNICA

Única Instituição de Ensino Superior do Noroeste Paulista a possuir um equipamento de videolaparoscopia na área de Medicina Veterinária, o Unisalesiano teve a primeira cirurgia com esse tipo de aparelho feita em setembro de 2017, em um cão da raça Border Collie, que tinha um dos testículos incluso (criptorquidia).

O procedimento foi acompanhado por mais de 50 pessoas, no centro cirúrgico “Coliseu”, no Hospital Veterinário.

A cirurgia foi realizada com sucesso e o cãozinho ficou com uma cicatriz de aproximadamente dois centímetros. Caso fosse submetido a uma cirurgia convencional, a cicatriz seria de mais de dez centímetros e o pós-operatório mais doloroso.

 

Ultimas Noticias