Braúna limita horário de funcionamento do comércio essencial para conter pandemia

Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

O prefeito de Braúna, Heitor Verdú, baixou decreto tornando mais rigorosas as restrições para funcionamento do comércio e circulação das pessoas. O município foi além das limitações impostas pela fase emergencial anunciada pelo governador João Doria. Desde sábado, o comércio essencial – açougues, padarias e supermercados – estão funcionando apenas das 6 às 13 horas. Fora deste horário está permitido apenas o funcionamento de farmácias. Segundo o diretor municipal de Saúde (cargo equivalente ao de secretário), Alan Guimarães, as medidas foram tomadas devido ao aumento de casos de covid no município. As medidas restritivas vão até o dia 30 de março.

O diretor de Saúde disse que nesse ano o município, de apenas 5.741 habitantes (dados de 2020 do IBGE), já registrou quatro óbitos. “Estamos com 35 pacientes em tratamento. Dos 10 pacientes internados em Penápolis, cinco são de Braúna”, disse Alan Guimarães, destacando que o empresariado local e a população estão colaborando com as medidas.

Além do comércio essencial – exceto farmácia – poder funcionar apenas das 6 às 13 horas, a circulação das pessoas também esta limita a este horário. Das 13 horas às 6 horas, a pessoa precisa provar real necessidade para estar na rua. Pode ser apresentada atestado médico ou receita e nota fiscal de farmácia justificando a necessidade de sair de casa.

Além da limitação de funcionamento do comércio essencial, a administração também adotou outras medidas, como isolamento das praças – cercadas com fitas zebradas – e até mesmo está barrando a entrada de ambulantes de outras cidades. Está sendo permitida apenas a entrada de ambulantes que são produtores do próprio município, como vendedores de verduras, frutas, legumes e ovos. A administração entende que precisam comercializar os produtos e a população precisa ser abastecida. Mesmo assim são orientados a seguir protocolos de biossegurança.

“Todas as medidas adotadas têm como objetivo reduzir a circulação das pessoas e assim conter o avanço da doença. Felizmente a população está sendo parceira e a grande maioria está respeitando as normas”, finalizou Alan Guimarães.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Araçatuba registra morte de adolescente de 16 anos em decorrência da covid-19

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Araçatuba registrou a morte de uma adolescente de 16 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *