Bragantino volta a vencer o Libertad e vai à final inédita da Sul-Americana

DA REDAÇÃO – SÃO PAULO

O Red Bull Bragantino é finalista da Sul-Americana. O Massa Bruta chega a sua primeira final continental, após eliminar na semifinal o Libertad. Em Assunção, no Paraguai, a equipe comandada por Maurício Barbiere voltou a vencer os paraguaios, desta vez por 3 a 1. No duelo de ida, já havia garantido uma vantagem com o triunfo de 2 a 0. Os gols que sacramentaram a classificação foram anotados por Cuello (2) e Artur.
Após 25 anos sem disputar uma competição continental, a equipe faz história na melhor campanha do clube. Antes, o maior feito foi anterior à parceria, ao alcançar as quartas de final na edição de 1996. Com o feito, o Bragantino tem a chance de conquistar o segundo título em três anos de parceria. Em 2019, no primeiro ano com o Red Bull, o Massa Bruta foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro Masculino.
Classificado, agora espera o vencedor do confronto entre Atlhetico-PR e Peñarol, para saber quem enfrentará na final, no dia 20 de novembro, em Montevideo, no Uruguai. No jogo ida, o Furacão conquistou uma boa vantagem ao vencer, fora de casa, por 2 a 1.

O Jogo
Em desvantagem no placar, o Libertad comandou as ações ofensivas do jogo. A estratégia ganhou contornos mais trágicos, quando o Red Bull Bragantino balançou as redes, aos 8 minutos do 1ºT. O atacante Cuello recebeu pela esquerda, cortou para o meio, e de fora da área, acertou um golaço no canto direito da meta adversária.
O Libertad não se deu por vencido e continuou dominando as ações ofensivas. Aos 14 min, o árbitro marcou pênalti para os paraguaios. Na divida, o zagueiro Fabrício acabou acertando o cotovelo no rosto de Óscar Cardozo. Na cobrança, Diego Viera chutou no meio do gol e Cleiton defendeu.
Em uma noite especial, o arqueiro do Massa Bruta teve muito trabalho ao longo do 1ºT protegendo o gol. Na volta do 2ºT, porém, teve sua meta vazada pela primeira vez na semifinal. Aos 6 min, Melgarejo recebeu um passe perfeito na área de Hugo Martínez e mandou para o fundo da rede de cabeça.
A reação veio 5 minutos depois e, de novo, com Cuello. O atacante recebeu passe de Artur na área e chutou cruzado sem chances para Martín Silva. Embalado o Bragantino, ampliou a vantagem, aos 40 min. Foi a vez de Artur deixar o dele, após Luan Cândido fazer lançamento na área, e o camisa 7 mandar para o fundo das redes.
Com ampla vantagem no marcador, coube ao Red Bull Bragantino administrar os minutos finais da partida e celebrar a ida à final. Agora, a equipe aguarda o vencer do duelo entre Atlhetico-PR e Peñarol, nesta quinta-feira (30), para saber quem enfrentará na decisão do dia 20 de novembro, no Uruguai.

 

Veja também

Moradores cobram recapeamento de rua

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Moradores da Rua Antonio Storti, no Jardim Morumbi, em Araçatuba, procuraram …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *